quinta-feira, 31 de março de 2011

Uma árvore para chamar de sua

Eu tenho uma árvore para chamar de minha! 
Tenha você também no projeto da AES Sul.
Aproveite e confira as dicas de Preservação do Meio Ambiente.

Como usar notebook em casa

Vc já cometeu algum tipo de crime contra a Humanidade?

A História dos Cosméticos


Toda a vez que vc escolhe seu cosmético muitas pessoas além de vc sofrem estas consequências. Está na hora de mudar e exigir qualidade!Exigir opções saudáveis e seguras.
Tem perguntas?
Envie para nacozzi@hotmail.com

terça-feira, 29 de março de 2011

Como é que eles não despencam? São verdadeiros alpinistas.
























































O animal é mais conhecido como o Ibex Europeu ou  Ibex Alpine (Ibex de Capra). 
Êsses Ibex comem musgo, flores e sais minerais, que se acumulam nas paredes da barragem

As armadilhas da língua - Tautologia


Gato, Raça Pura, Ragdoll, Língua, EngraçadoAs armadilhas da língua

Tautologia é o termo usado para definir um dos vícios de linguagem. Consiste na repetição de uma idéia, de maneira viciada, com palavras diferentes, mas com o mesmo sentido. O exemplo clássico é o famoso 'subir para cima' ou o 'descer para baixo'. Mas há outros, como você pode ver na lista a seguir: 
- elo 
de ligação
- acabamento 
final
- certeza 
absoluta
- quantia 
exata
- nos dias 8, 9 e 10, 
inclusive 
- juntamente 
com
expressamente proibido 
- em duas metades 
iguais 
- sintomas 
indicativos
- há anos 
atrás 
- vereador 
da cidade 
outraalternativa 
- detalhes 
minuciosos 
- a razão é 
porque
- anexo 
juntoà carta 
- de sua 
livreescolha 
- superávit 
positivo
todosforam unânimes 
- conviver 
junto
- fato 
real
- encarar 
de frente
- multidão 
de pessoas 
- amanhecer 
o dia
- criação 
nova
- retornar 
de novo 
- empréstimo 
temporário
- surpresa 
inesperada
- escolha 
opcional
- planejar 
antecipadamente
- abertura 
inaugural
continua apermanecer 
- a 
última versão definitiva 
possivelmente poderá ocorrer 
- comparecer 
em pessoa 
- gritar 
bem alto 
- propriedade 
característica
demasiadamenteexcessivo 
- a seu critério 
pessoal 
- exceder 
em muito

Note que todas essas repetições são dispensáveis. 
Por exemplo, 'surpresa inesperada'. Existe alguma surpresa esperada? Claro que não. 
Gostou? Repasse para os amigos amantes da l
íngua.
Que seja útil!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Elza & Fred








Resultado de imagem para elsa e fred

Fred (Manuel Alexandre) tem mais de 80 anos e descobre que está doente. Quando ele conhece uma nova vizinha, a espivetada Elsa (China Zorrilla) - também na casa dos 80 anos -, descobre que nunca é tarde para realizar sonhos e viver novas experiências.

sábado, 26 de março de 2011

Fio de cabelo - excelente!!!!


Uma mulher acordou uma manhã após a quimioterapia, olhou no espelho e percebeu  que tinha somente três fios de cabelo na cabeça. 
- Bom (ela disse), acho que vou trançar meus cabelos hoje.

Assim ela fez e teve um dia maravilhoso.
 
No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e viu que tinha somente dois fios de cabelo na cabeça...

- Hummm (ela disse), acho que vou repartir meu cabelo no meio hoje.

Assim ela fez e teve um dia magnífico.

No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que tinha apenas um fio de cabelo na cabeça.

- Bem (ela disse), hoje vou amarrar meu cabelo como um rabo de cavalo.

Assim ela fez e teve um dia divertido.

No dia seguinte ela acordou, olhou no espelho e percebeu que não havia um único fio de cabelo na cabeça.

- Yeeesss... (ela exclamou), hoje não tenho que pentear meu cabelo.

ATITUDE É TUDO!

Seja mais humano e agradável com as pessoas.

Cada uma das pessoas com quem você convive está travando algum tipo de batalha.

Viva com simplicidade.

Ame generosamente.

Cuide-se intensamente.

Fale com gentileza.

E, principalmente, não reclame.

Se preocupe em agradecer pelo que você é, e por tudo o que tem!

E deixe o restante com Deus.

terça-feira, 22 de março de 2011

BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL


Imagem Pixabay

A BIBLIOTECA DIGITAL MUNDIAL DA UNESCO - UMA JÓIA PARA TODOS OS QUE FALAM PORTUGUÊS! 

Audioteca Sal e Luz AudioLivros


Mulher De Negócios, Telefone, Caso, Das Finanças, Casa
Imagem Pixabay

Venho por meio deste e-mail divulgar o trabalho maravilhoso que é realizado na Audioteca Sal e Luz, e que corre o risco de acabar.

A Audioteca Sal e Luz é uma instituição filantrópica, sem fins lucrativos, que produz e empresta livros falados (audiolivros).

Mas o que seria isto? São livros que alcançam cegos e deficientes visuais (inclusive os com dificuldade de visão pela idade avançada), de forma totalmente gratuita.

Seu acervo conta com mais de 2.700 títulos que vão desde literatura em geral, passando por textos religiosos até textos e provas corrigidas voltadas para concursos públicos em geral. São emprestados sob a forma de fita K7, CD ou MP3.
E agora, você está se perguntando: o que eu tenho a ver com isso? É simples.

Nos ajude divulgando.

Se você conhece algum cego ou deficiente visual, fale do nosso trabalho. DIVULGUE!
Para ter acesso ao nosso acervo, basta se associar na nossa sede, que fica situada à Rua Primeiro de Março, 125- Centro. RJ. Não precisa ser morador do Rio de Janeiro.

A outra opção foi uma alternativa que se criou, face à dificuldade de locomoção dos deficientes na nossa cidade.

Eles podem solicitar o livro pelo telefone, escolhendo o título pelo site, e enviaremos gratuitamente pelos Correios.
A nossa maior preocupação reside no fato que, apesar do governo estar ajudando imensamente, é preciso apresentar resultados. Precisamos atingir um número significativo de associados, que realmente contemplem o trabalho, senão ele irá se extinguir e os deficientes não poderão desfrutar da magia da leitura.
Só quem tem o prazer na leitura, sabe dizer que é impossível imaginar o mundo sem os livros...

Ajudem-nos, divulguem!

Atenciosamente,


Christiane Blume - Audioteca Sal e Luz. Rua Primeiro de Março, 125- 7º Andar. Centro - RJ. CEP 20010-000
Horário de atendimento: 08:00 às 16:00 horas
http://audioteca.org.br/noticias.htm
A Audioteca não precisa de dinheiro, mas de DIVULGAÇÃO! Então, conto com a ajuda de vocês: repassem! Eles enviam os livros para as pessoas, de graça, sem nenhum custo. É um belo trabalho! Quem puder fazer com que a Audioteca chegue à mídia, por favor fique à vontade. É tudo do que eles precisam.

Acervos Virtuais



  • Bartleby.com –  Disponibiliza textos da literatura clássica, obras de ficção e não ficção de autores como William Shakespeare, Edgar Allan Poe, Truman Capote, T. S. Eliot e D. H. Lawrence, entre outros.
  • California Digital Library –  Acervo de fotografias, documentos, páginas de jornais, charges, obras de arte e outros materiais, oferecidos pela Universidade da Califórnia. 
  • Círculo Psicanalítico de Minas Gerais (CPMG) –  Busca contribuir para o desenvolvimento da psicanálise no Brasil, por meio de um acervo especializado no tema. A biblioteca do CMPG funciona como centro de debate, convivência, pesquisa e busca de informações.
  • Cornell Library Digital CollectionsOferece grande variedade de coleções digitais com significado histórico. O acervo inclui jornais antigos digitalizados, além de textos, imagens e vídeos.
  • Corpus of Electronic TextsTraz mais de mil documentos históricos e contemporâneos de diversas áreas da cultura irlandesa. Textos podem ser lidos em inglês ou latim.
  • Cultvox –  Suporte digital para download gratuito de livros eletrônicos de diversas categorias, como: ecologia, educação, história, literatura, psicologia, entre outros.
  • Dearreader.com –  Clube virtual que envia por e-mail trechos de livros. Traz grupos de discussão, livraria virtual, entre outros serviços. Em inglês.
  • eBooksbrasil –  Livros eletrônicos gratuitos em diversos formatos.
  • Google pesquisa de livros –  Ferramenta exclusiva do site de buscas Google, para títulos e obras. A pesquisa traz imagens e informações detalhadas da publicação e dos locais para aquisição.
  • Great Images in Nasa –  Acervo digital com imagens históricas captadas durante as missões espaciais realizadas pela agência espacial americana. O portal dá acesso também a outras páginas referentes à Nasa, como a do quartel general e galeria multimídia, entre outras.
  • Idrc LibraryDisponibiliza textos e imagens desse centro de estudos do desenvolvimento internacional.
  • iGLer –  Proporciona acesso a duas centenas de livros da literatura brasileira, portuguesa e universal, para ler no próprio portal ou para download gratuito.
  • Internet Archive –  Guarda páginas da internet em seus diversos estágios de evolução.
  • Internet Public Library –  Indica páginas em que se podem ler documentos sobre áreas específicas do conhecimento. Em inglês.
  • IntraText – Textos completos em diversas línguas, entre elas o latim. Coletâneas e referências bibliográficas de obras variadas.
  • John F. Kennedy Library –  Livrarias e museus virtuais sobre a história do presidente americano John F. Kennedy, morto em 1963.
  • LibDex –  Índice para localizar mais de 18 mil bibliotecas do mundo todo.
  • Lib-web-cats –  Enumera bibliotecas de mais de 60 países, com destaque para os EUA e o Canadá.
  • Manual da Mídia Legal – Acesso aos Manuais da Mídia Legal e outros projetos da organização não governamental Escola de Gente.
  • National Center for Biotechnology Information – Biblioteca virtual do National Institutes of Health, dos EUA. Referências a 14 milhões de artigos biomédicos. Histórico de trabalhos, novos artigos, entre outros. Em inglês.
  • National Library of Australia –  Divulga periódicos australianos da década de 1840. Notícias, eventos, guia de compras e catálogo das principais obras do acervo.
  • Net eBook Library –  Biblioteca virtual com parte do acervo restrito a assinantes. É possível acessar as obras em PDF.
  • Open Content Alliance –  Acervos e bancos de informações multimídia e multilingual, com possibilidade de consulta universal.
  • Oxford Digital Library –  Centraliza projetos digitais das bibliotecas da Universidade de Oxford (Inglaterra), além de notícias e programação de eventos.
  • Perseus Digital LibraryDedicado a estudos sobre os gregos e os romanos antigos. Publicações, colaboradores, literatura clássica e documentos de períodos diversos da história ocidental.
  • Progetto Manuzio –  Textos em italiano para download, incluindo óperas. Audioteca, instruções gerais, textos de comunicação, campo de autores, entre outros.
  • Project Gutenberg – Mantido por voluntários, disponibiliza gratuitamente diversas obras.
  • ProQuest Digital Dissertations –  Sistema para pesquisar resumos de teses e de dissertações. Acesso preferencial para estudantes, universitários e professores.
  • Proyecto Biblioteca Digital Argentina –  Obras consideradas representativas da literatura Argentina. Autores,novelas, contos, poesias, peças de teatro, ensaios, entre outros conteúdos.
  • Public Health Image Library –  Fotos, ilustrações, animações e arquivos multimídia voltados para o esclarecimento de questões de saúde pública.
  • Romanzieri.com –  Livros eletrônicos em italiano compatíveis com o Microsoft Reader.
  • The Author’s Guild –  Notícias sobre novas publicações e diversas ferramentas de trabalho para escritores. Em inglês.
  • The British Library –  Além de permitir busca no catálogo Biblioteca Britânica, oferece coleções virtuais separadas por região geográfica.
  • The Digital Library –  Diversas coleções temáticas, como a de escritoras negras americanas do século 19.
  • The Huntington –  O Huntington é um dos maiores centros culturais e de pesquisa dos Estados Unidos. O site dá acesso a obras raras em arte e botânica. Eventos, exposições, publicações, loja virtual entre outros serviços.
  • The Literature Network – Poemas, contos e romances de mais de 250 autores. Fóruns e livros eletrônicos.
  • The New Zealand Digital LibraryDestaque para os arquivos sobre questões humanitárias. Agricultura, medicina, alimentação, comunidade, realidade africana, entre outros.
  • Treasures of Keyo University – Mapas, esculturas antigas e manuscritos de autores como Francis Bacon e Jean de La Fontaine, entre outros. Um dos destaques é a reprodução da Bíblia de Gutenberg.
  • UOL BibliotecaDicionários, guias de turismo e especiais noticiosos. Edições históricas do jornal Folha de S. Paulo, pesquisa escolar, gastronomia, jurídico, computação, mapas, entre outros. Parte do conteúdo é exclusiva para assinantes.
  • Usina de Letras – Divulga a produção de escritores independentes. Artigos, cartas, contos, cordel, crônicas, discursos, ensaios, frases, humor, infantil, entre outros.
  • UT Library Online –  Portal da Universidade do Texas, que possui uma ampla coleção de mapas.Museus, reservas de obras, notícias, entre outros.
  • Virtual Book StoreAcervo de literatura brasileira e estrangeira. Biografias, resumos, ensaios, artigos, ficção e as últimas publicações.
  • Virtual Books Online – O portal dá acesso a livros eletrônicos gratuitos em português, inglês, francês, espanhol, alemão e italiano.

Respeitando a Natureza

"Cada dia a natureza produz o suficiente para nosso sustento. Se cada um tomasse o que lhe fosse necessário, não havia pobreza no mundo, e ninguém morreria de fome." (Mahatma Gandhi)

Alguém sabe me explicar, num português claro e direto, sem figuras de linguagem, o que quer dizer a expressão "no frigir dos ovos"?


Sapo, Cozinha, Comer, Gourmet, Alimentos, Preparação
Imagem Pixabay

21/03/2011
Quando comecei, pensava que escrever sobre comida seria sopa no mel, mamão com açúcar. Só que depois de um certo tempo dá crepe, você percebe que comeu gato por lebre e acaba ficando com uma batata quente nas mãos. 

Como rapadura é doce mas não é mole, nem sempre você tem idéias e pra descascar esse abacaxi só metendo a mão na massa.E não adianta chorar as pitangas ou, simplesmente, mandar tudo às favas.

Já que é pelo estômago que se conquista o leitor, o negócio é ir comendo o mingau pelas beiradas, cozinhando em banho-maria, porque é de grão em grão que a galinha enche o papo.

Contudo é preciso tomar cuidado para não azedar, passar do ponto, encher linguiça demais. Além disso, deve-se ter consciência de que é necessário comer o pão que o diabo amassou para vender o seu peixe. Afinal não se faz uma boa omelete sem antes quebrar os ovos.

Há quem pense que escrever é como tirar doce da boca de criança e vai com muita sede ao pote. Mas como o apressado come cru, essa gente acaba falando muita abobrinha, são escritores de meia tigela, trocam alhos por bugalhos e confundem Carolina de Sá Leitão com caçarolinha de assar leitão.


Há também aqueles que são arroz de festa, com a faca e o queijo nas mãos, eles se perdem em devaneios (piram na batatinha, viajam na maionese... etc.). Achando que beleza não põe mesa, pisam no tomate, enfiam o pé na jaca, e no fim quem paga o pato é o leitor que sai com cara de quem comeu e não gostou.


O importante é não cuspir no prato em que se come, pois quem lê não é tudo farinha do mesmo saco. Diversificar é a melhor receita para engrossar o caldo e oferecer um texto de se comer com os olhos, literalmente.

Por outro lado se você tiver os olhos maiores que a barriga o negócio desanda e vira um verdadeiro angu de caroço. Aí, não adianta chorar sobre o leite derramado porque ninguém vai colocar uma azeitona na sua empadinha, não. O pepino é só seu, e o máximo que você vai ganhar é uma banana, afinal pimenta nos olhos dos outros é refresco...

A carne é fraca, eu sei. Às vezes dá vontade de largar tudo e ir plantar batatas. Mas quem não arrisca não petisca, e depois quando se junta a fome com a vontade de comer as coisas mudam da água pro vinho.

Se embananar, de vez em quando, é normal, o importante é não desistir mesmo quando o caldo entornar. Puxe a brasa pra sua sardinha, que no frigir dos ovos a conversa chega na cozinha e fica de se comer rezando. Daí, com água na boca, é só saborear, porque o que não mata engorda.


Ibiraci/SP

Produza uma pérola

http://muraldosescritores.ning.com/profiles/blog/list?tag=minha
“ Uma ostra que não foi ferida não produz pérolas"... As pérolas são feridas curadas. Pérolas são produtos da dor; resultados da entrada de uma substância estranha ou indesejável no interior da ostra, como um parasita ou um grão de areia.

Na parte interna da concha é encontrada uma substância lustrosa chamada NÁCAR. Quando um grão de areia a penetra, as células do NÁCAR começam a trabalhar e cobrem o grão de areia com camadas e mais camadas, para proteger o corpo indefeso da ostra.

Como resultado, uma linda pérola vai se formando. Uma ostra que não foi ferida, de algum modo, não produz pérolas, pois a pérola é uma ferida cicatrizada...

Você já se sentiu ferido pelas palavras rudes de alguém?
Já foi acusado de ter dito coisas que não disse?
Suas idéias já foram rejeitadas, ou mal interpretadas?
Você já sofreu os duros golpes na vida?
Já recebeu o trôco da indiferença?

ENTÃO, PRODUZA UMA PÉROLA!!!

Cubra suas mágoas e dores com várias camadas de amor. Infelizmente, são poucas as pessoas que se interessam por esse tipo de movimento. A maioria aprende apenas a cultivar ressentimentos, deixando as feridas abertas, alimentando-as com vários tipos de sentimentos pequenos e, portanto, não permitindo que cicatrizem.

Assim, na prática, o que vemos são muitas "Ostras Vazias”, não porque não tenham sido feridas, mas, porque não souberam perdoar, compreender e transformar a dor em amor. Você pode agir de maneira sábia e transformar suas Feridas em Pérolas! É um processo doloroso no início, mas recompensador no resultado final.

Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz...

Certa manhã, meu pai convidou-me a dar um passeio no bosque e eu aceitei com prazer. Ele se deteve numa clareira e depois de um pequeno silêncio me perguntou:

- Além do cantar dos pássaros, você está ouvindo mais alguma coisa?
Apurei os ouvidos alguns segundos e respondi:
- Estou ouvindo um barulho de carroça.
- Isso mesmo, disse meu pai. É uma carroça vazia ...

Perguntei ao meu pai:
- Como pode saber que a carroça está vazia, se ainda não a vimos?
- Ora, respondeu meu pai.
É muito fácil saber que uma carroça está vazia, por causa do barulho.
Quanto mais vazia a carroça maior é o barulho que faz.

Tornei-me adulto, e até hoje, quando vejo uma pessoa falando demais, inoportuna, interrompendo a conversa de todo mundo, tenho a impressão de ouvir a voz do meu pai dizendo: Quanto mais vazia a carroça, mais barulho ela faz... http://nectantaurus.blogspot.com/2009/11/carroca-vazia.html

sexta-feira, 18 de março de 2011

Origem das refeiçoes. Vc sabia?


... Eis aí uma coisa que a gente não pode dispensar nem que queira. Infelizmente, para muitas pessoas neste planeta não há certeza sobre a próxima. Enfim, há diversas palavras para designar o ato de se alimentar, de acordo com horário, quantidade, ocasião, etc.

REFEIÇÃO – do Latim refectio, “comida, refeição”, formada por RE-,, de novo”, mais a raiz de FACERE. Comer algo refaz as forças de uma pessoa em sua jornada.

ALMOÇO – do Latim admordere, “mordiscar, começar a comer”, de ad, “a, em”, maismordere, “morder”.

JANTA – do Latim jantare, “tomar a refeição da tarde”, que era a maior do dia em certa época, ligado a jejunus, “vazio”. Ou seja, era a hora de acabar com o vazio do estômago.


AJANTARADO – refeição feita mais tarde que o almoço e mais cedo que o jantar, em fins-de-semana, para substituir ambas e diminuir o trabalho na cozinha. De “janta”, evidentemente.

LANCHE – do Inglês lunch, “almoço, refeição leve”. E essa palavra é um encurtamento deluncheon, que veio do arcaico nonechenche, “comida do meio-dia”, de none, “meio-dia”, maisschench, “beber”. Deve ter sido criada por adeptos da bebida, pois a comida ficou esquecida na formação da palavra.

MERENDA – veio do Latim merere, “merecer”. Para comer algo todos tinham que fazer por onde, ao que parece.

O que nos lembra um antigo ditado em Latim: Qui non laboret, non manducet.(Quem não trabalhe, que não coma.)

E também um ditado espanhol: Uma ley vino de Roma: El que no trabaje, no coma.(Uma lei veio de Roma: o que não trabalhar, que não coma). Muito justo.


COLAÇÃO – muitos não sabem que esta palavra, entre outros significados, quer dizer “refeição ligeira”.Veio do Latim collactus, “levado consigo” de conferre, formado por com-, “junto”, maisferre, “portar, levar”. Referia-se principalmente à comida que um agricultor carregava consigo para comer no meio da sua labuta, sem voltar para casa.

DESJEJUM – feita por des-, mais “jejum”, do Latim jejunus, “vazio”.

É palavra do século XX, certamente influenciada pelo Inglês breakfast, de mesmo significado – “primeira refeição do dia” e mesma construção.


REGA-BOFE – feita pela junção de “regar”, do Latim rigare, “banhar, molhar”, mais “bofe”, do Espanhol bofe, “pulmão do gado”, por extensão “vísceras em geral”. Trata-se aqui de “molhar as tripas” o melhor possível, ainda mais quando são os outros que pagam.

BANQUETE – do Italiano banchetto, diminutivo de banco, “banco”. Originalmente era uma pequena refeição para tomar sentado no banco, sem nem se acomodar à mesa. Parece que ela venceu na vida e conseguiu mudar completamente o seu sentido.

RANCHO – o nome da refeição servida ao soldado vem do espanhol rancho, “pequena propriedade rural, chácara”, do Francês rangée, “fila de pessoas”, derivada do Frâncicohrang, “círculo, anel ( de gente)”.Sua aplicação passou de “lugar onde se reúne gente” para “lugar onde essa gente come” e depois para a própria refeição.

FESTIM – derivado de “festa”, do Latim festa, “feriado sem jejum, festa”, de festus, “alegre, contente”.

ÁGAPE – muitas vezes tido como sinônimo de “banquete”, vem do Grego ágape, “amor fraterno, caridade”, de agapan, “saudar com afeição, ter carinho”.

COMEZAINA – não é propriamente uma refeição, indica mais um destempero alimentar, que nem “rega-bofe”. Obviamente vem de “comer”, do Latim comedere, “comer”.

CONSOADA – de uso muito raro atualmente, designa “refeição leve sem carne, tomada em dia de jejum”, ou “ceia de Natal”.Viria do Latim consolata, de consolare, “consolar”.


CEIA – do Latim cena, outro nome para “janta”.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...