sábado, 22 de dezembro de 2012

Aprovados projetos que proíbem publicidade de alimentos dirigida a crianças e brindes em fast food

Foto: Envolverde


Projetos que regulamentam estímulos ao consumo de alimentos por crianças dependem agora de sanção do governador Geraldo Alckmin para serem transformados em lei

Dois projetos de lei fundamentais para proteger as crianças da epidemia de obesidade foram aprovados pela Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) na terça-feira (18). O primeiro deles, PL 193, de 2008, de autoria do deputado Rui Falcão (PT), regulamenta a publicidade dirigida ao público infantil de alimentos e bebidas pobres em nutrientes e com alto teor de açúcar, gorduras saturadas ou sódio no estado de São Paulo. Fica proibida a propaganda no rádio e na TV entre as 6 e as 21 horas, e em qualquer horário nas escolas públicas e privadas. E, durante o horário permitido, a propaganda deverá ser seguida de advertência pública sobre os danos à saúde provocados pela obesidade.

Está vetado também o uso de celebridades ou personagens infantis na publicidade e comercialização, bem como a inclusão de brindes promocionais, brinquedos ou itens colecionáveis atrelados à compra do alimento. Em caso de descumprimento dessas determinações, o infrator estará sujeito às penas de multa, suspensão da veiculação da publicidade e imposição de contrapropaganda. A multa, dependendo da gravidade, vai de 200 a 3 milhões de vezes o valor da Unidade Fiscal do Estado de São Paulo (Ufesp).

Segundo justificativa de Rui Falcão, o projeto está de acordo com o que prevê o artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), que proíbe qualquer publicidade enganosa ou abusiva que se aproveite da deficiência de julgamento e experiência das crianças. E foi inspirado por uma denúncia do Instituto Alana à Fundação Procon de São Paulo contra a rede de fast-food McDonalds, que, ao associar brinquedos com alimentos, está incentivando a formação de valores distorcidos, bem como a formação de hábitos alimentares prejudiciais à saúde. A denúncia resultou, em abril de 2010, em multa à rede de lanchonetes de R$ 3,2 milhões por vincular brinquedos nas promoções de seus produtos.

Outro projeto aprovado é o PL 1096/2011, de autoria de Alex Manente (PPS), que proíbe a venda de alimentos acompanhados de brindes ou brinquedos em todo o estado de São Paulo. Na proposição, o parlamentar argumenta que a obesidade infantil é um problema de saúde pública no país e que o fato do alimento estar acompanhado por brinquedo induz a criança a solicitar o lanche sem que esteja necessariamente com fome.

Os projetos seguem para sanção ou veto do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Na avaliação de Pedro Hartung, assessor do núcleo de Defesa do Instituto Alana, os dois projetos são de grande importância contra a pandemia de obesidade, em especial entre as crianças. Autoridades de saúde estimam que 30% de toda essa população seja afetada pela doença. Segundo especialistas, a obesidade está diretamente associada ao assédio abusivo da publicidade direcionada às crianças.

“O governador tem a obrigação de sancionar a lei porque tem de considerar, em primeiro lugar, o interesse da criança. Tanto a Constituição Federal, em seu artigo 227, como a estadual, em seu artigo 277, colocam os direitos da criança como prioridade absoluta. Nesse caso, o direito é de defesa contra os apelos abusivos da publicidade de produtos que colocam em risco a sua saúde”, disse Hartung.

Embora o comum tenha sido governadores tucanos vetarem projetos aprovados por parlamentares do PT, mesmo que de interesse da sociedade, a expectativa é de aprovação. “Toda a sociedade civil quer que se regule esta matéria”, disse o assessor do Instituto Alana.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Vaga Analista de Marketing


ANALISTA DE MARKETING - EVENTOS

Requisitos:
Ensino Superior Completo em Comércio Exterior, Turismo, Relações Públicas, Administração, Publicidade e afins;

Experiência na área de eventos corporativos ou experiência em Agências de Viagens ou Operadora de Turismo;




Noções de Logística;
Conhecimento no Pacote Office (Excel, Word, Power Point);
Inglês Avançado, desejável conhecimento em outra língua;
Disponibilidade para viagens.

Atividades:
Atuar com planejamento, organização e acompanhamento de eventos diversos e viagens corporativas / grupos de incentivos empresariais;

Será responsável por rotinas de Agenciamento (Conhecimento Geográfico, Emissão de Passagens, Reserva de Hotéis, Transportes, montar pacotes de viagem de acordo com o perfil do cliente corporativo);

Controle e Relatório de indicadores ao final de cada evento.

Interessados cadastrar o Currículo no site www.apriorirh.com.br na função nº147 - MARKETING ANALISTA

Economize com nossa lista de outlets


Catraca Livre - 15/06/12

roupas de festa a fantasia varios modelos 150x150
Nem sempre roupa boa custa caro, nas lojas de ponta de estoque é possível economiza um bom dinheiro. Para isso organizamos uma lista que vai ajudar o seu bolso. Confira:

Poetas Ambulantes organizam passeio pelo transporte público paulistano e sarau no Ibirapuera


Catraca Livre - 21/12/12

Grupo que invade ônibus pela cidade promove "saída poética" enquanto distribui livros e poesias

(poetas ambulantes - divulgação)

O coletivo Poetas Ambulantes distribui poesias nos ônibus lotados

Imagine estar no ônibus voltando para casa e ser surpreendido por um grupo de poetas em um sarau, declamando ali mesmo, em pé, suas poesias. Esse é o cotidiano do coletivo Poetas Ambulantes, que organiza uma “saída poética” nesse sábado, 22, para atravessar a cidade.

O encontro acontece na estação Corinthians – Itaquera da linha 3-Vermelha do Metrô, às 14h30. O destino é a estação Brigadeiro, da linha 2-Verde, onde o grupo pegará um ônibus para o Parque do Ibirapuera. Lá, às 17h30, acontece o sarau no gramado em frente ao restaurante The Green.

Além de participar do sarau, quem for ao Ibirapuera neste sábado poderá ganhar algum dos 500 livros que serão distribuídos pelos poetas. As obras foram doadas por amigos e parceiros dos coletivo.

poetas ambulantes - divulgação


“Estamos aqui invadindo o seu dia”, é assim que o grupo aborda o seu público efêmero
“Invadindo seu dia”
“Poderíamos estar matando, poderíamos estar roubando, poderíamos estar ouvindo som alto, poderíamos estar dormindo, babando no seu ombro, mas não, estamos aqui, humildemente invadindo seu dia, para recitar e distribuir poesia.” É assim que os poetas ambulantes abordam as pessoas enquanto trabalha diariamente dentro dos coletivos da cidade de São Paulo.

Todos os dias o grupo aborda motoristas de ônibus e pede 10 minutos de carona. Nesse tempo, os poetas disparam poesias e divulgam sua arte. Em cada coletivo há uma ação diferente, que varia com o decorrer do sarau com a escolha das poesias. Os passageiros são encorajados a aplaudir e interagir com os ambulantes, podendo inclusive participar do sarau, explica um dos membros do coletivo.

VEJA TAMBÉM
Projeto Rap em Cartaz quer espalhar pela cidade frases que façam pensar

Não há tema nem censura para as poesias. As saídas do grupo acontecem em dias úteis, em horários de maior movimento e trânsito, em que os passageiros estão mais cansados e estressados. A intenção é impactar a vida de alguém em um momento de difícil descontração e diversão.

O coletivo Poetas Ambulantes é formado pelos poetas: Carolina Peixoto (pedagoga e agente cultural), Luz Ribeiro (gerente de núcleo sócio-educativo), Mariane Staphanato (farmacêutica), Thiago Peixoto (jornalista) e Victor Rodrigues (escritor), que são idealizadores e coordenadores do projeto e, ainda conta com a participação de diversos outros poetas, amigos e parceiros.

poetas ambulantes - Renata Armelin

A intenção do coletivo é levar poesia e despertar um pensamento diferente naquelas pessoas que só querem voltar para casa

Dor de dente na madrugada


Catraca Livre - Redação em 17/07/12

Dor de dente, inflamações, problemas com o canal ou dentadura. Antes de ir trabalhar, durante a tarde ou de madrugada. Assim como qualquer parte do corpo humano, os dentes não escolhem hora para doer. E desta forma, o paciente também não consegue esperar para recorrer a um especialista.

Então, o que fazer quando o dente der aquela latejada no meio da noite?

Nada de arrancar, ficar de mordaça ou chorar. São Paulo é uma cidade careada de dentistas, e alguns deles funcionam 24h por dia, de segunda a domingo, com feriados inclusos.

O Catraca Livre mapeou consultórios que atendem desde a hora que o sol nasce até a hora que ele nasce de novo, por toda a cidade.


Zona Norte  Zona Sul  Zona Leste  Zona Oeste  Centro

Dentista Zona Norte 24h

O consultório Dentista Zona Norte 24h, localizado na região de Santana, presta atendimentos de urgência em casos de dor de dente, manutenção de aparelhos odontológicos, próteses e estética.

Endereço: Rua Antonio Pereira de Souza, 315, Santana
Telefone: 2976-5245

Marmita solar pode ser opção na hora do almoço

Catraca Livre - 24/12/12

A Solar Schiscetta é um objeto simples e de uso fácil, basta colocá-la sob o sol

Muitas pessoas estão habituadas a consumirem suas refeições caseiras fora de casa. Na maioria das vezes, elas usam vários tipos de marmitas para transportar e aquecer esses alimentos. Pensando em uma solução para se adaptar a ambientes sem fogões ou microondas e em um meio de amenizar os impactos ambientais dessas refeições, um grupo de designers italianos inventou a Solar Schiscetta, uma marmita que se aquece na luz solar.

Basta deixá-la exposta ao sol. Seu interior é formado por painéis que refletem os raios solares e aquecem a comida, hermeticamente fechada em um saco plástico. O tempo de aquecimento varia de acordo com a quantidade e o tipo de alimento.

O objeto low-tec (de baixa tecnologia) foi criado pela empresa italiana NORMALEARCHITETTURA e foi apresentado durante o GOODESIGN, evento que integrou a programação paralela da Semana de Design de Milão de 2012.


Projeto #vailá usa o instagram para criar um guia interativo da cidade


Catraca Livre - 20/12/12

A intenção é criar uma rede de dicas usando o que já existe na rede social

Muitas pessoas usam suas contas no Instagram como se fossem verdadeiros “guias do bem viver”. Tiram fotos de comidas, passeios, lugares inusitados, pessoas que conhecem, como se indicassem para seus seguidores uma lista de coisas bacanas de se fazer.

Para que todo esse “esforço” não seja em vão, algumas iniciativas pensam em maneiras de usar esse material para realmente produzir um guia da cidade. É o caso do #vailá, projeto que pretende juntar todas as “dicas” em um único espaço organizado, onde qualquer um pode participar.

Para isso, basta marcar as fotos com a hashtag #vailasp ou mandá-las para o perfil @vailasp. Ele organiza as dicas em um espaço só, o instagram.com/vailasp. Assim, qualquer pessoa pode contar sobre as exposições que tem ido ou sobre a loja de discos antigos que descobriu.

Dentro do perfil, as hashtags separam os temas específicos. Em um fim de semana, por exemplo, o perfil pede para que seus usuários contribuam com #vailaSParlivre #vailaSPbeleza #vailaSPcasa #vailaSPcultura #vailaSPgastronomia #vailaSPkids #vailaSPmoda #vailaSPnoite.

O #vailá foi idealizado pela Contente, empresa incubadora de projetos que contribuem para melhorar a vida real e digital. Segundo as criadoras, que também são responsáveis pelo blog Don’t Touch My Moleskine, a intenção do projeto é aproveitar um fenômeno que já acontece, considerando que uma boa parte de cidadãos monta seus “guias da cidade” com base na indicação de amigos.

O descarte correto de aerossóis

FRAMAG - Publicado em 18 de Dezembro de 2012
Lata de aerossol

As latas de aerossol estão muito presentes na vida da população mundial e empresas que utilizam este tipo de embalagem na produção de inseticidas, desodorantes, medicamentos, entre outros. Somente no Brasil, o consumo aproximado deste produto é de 415 milhões de aerossóis, sendo que apenas 1% deste total segue para o seu destino correto que é a reciclagem.

As embalagens de aerossol, assim como outros produtos – pilhas, lâmpadas fluorescentes, tintas e restos de produto de limpeza –, possuem elementos químicos perigosos, como o zinco, chumbo, manganês, cádmio, níquel e mercúrio, que podem trazer riscos para a saúde do ser humano, além de contaminar o meio ambiente.

Por conta disso, a população que consome as embalagens de aerossol e grandes empresas fabricantes, que devem se preocupar com a logística reversa – uma das determinações da Política Nacional de Resíduos Sólidos -, precisam saber que a reciclagem é mesmo a melhor alternativa para evitar problemas como estes. Mas antes de enviar estes produtos para as cooperativas e empresas especializadas na descaracterização dos aerossóis, como a Dinâmica Ambiental, é preciso tomar alguns cuidados na hora do descarte:
Certifique-se de que a embalagem está completamente vazia;
De maneira alguma fure ou amasse as latas, pois dentro da embalagem existem elementos químicos perigosos, que além de altamente contaminantes, também são inflamáveis;
Se houver coleta seletiva na sua cidade, separe a lata das tampas de plástico, caso contrário, apenas separe este resíduo do lixo orgânico.



Perigos para a saúde

Quando as embalagens chegam às empresas especializadas na reciclagem de aerossóis ou em cooperativas, a principal preocupação é para com a saúde e segurança dos funcionários que trabalharam neste processo.

Pensando nisso, algumas empresas já operam com máquinas que furam as latas para retirar as substâncias químicas presentes no seu interior, desta maneira, evitando que os trabalhadores tenham doenças graves como irritações de pele, danos no sistema respiratório, perda de memória, distúrbios digestivos, tremores musculares e alterações no metabolismo, todas provocadas pelo mercúrio e o chumbo.
Descarte corretamente!

Se no seu bairro não existe coleta seletiva, você pode obter mais informações sobre locais onde descartar as embalagens de aerossol no site do Ecycle ou com a Dinâmica Ambiental, pelo telefone (11) 4056-3365 ou por e-mail (dinamica@dinamicambiental.com.br).


Designer cria mesa de picnic que se dobra para carregar na bicicleta

Catraca Livre  - Redação em 19/12/12

Cansado de ter que se sentar no chão durante seus picnics, o designer holandês Jeriël Bobbe criou uma solução confortável e fácil de transportar. A Springtime (primavera, em tradução livre) pode ser dobrada para se carregar na parte de trás da bicicleta ou como cesta. Aberta, ela se transforma em uma mesa com dois assentos para um picnic em dupla. Ainda protótipo, o projeto é a solução ideal para aproveitar o ar livre sem ter que se sentar na grama. Veja galeria com fotos da Springtime.

Aprovada a Lei da Rotulagem



PROJETO DE LEI Nº 479, DE 2009

 Regulamenta o direito à informação, assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei no 8.078, de 11 de setembro de 1990), no âmbito do Estado de São Paulo, relativamente aos rótulos dos produtos e componentes dos produtos que contenham animal ou que tenham sido produzidos a partir de métodos que utilizem animal, sem prejuízo do cumprimento das demais normas aplicáveis.



A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:

Artigo 1o -  Na comercialização de qualquer produto que contenha animal, componente animal ou que tenha sido elaborado através de método que utilize animal, o consumidor deverá ser informado destas circunstâncias.

Artigo 2o - Tanto nos produtos embalados como nos vendidos a granel ou in natura, o rótulo da embalagem ou do recipiente em que estão contidos deverá constar, em destaque, no painel principal, uma das seguintes expressões, dependendo do caso: "produto de origem animal” ou “componente do produto de origem animal” ou “produto testado em animal” ou “componente do produto testado em animal” ou “produto produzido a partir de teste em animal” ou “componente do produto produzido a partir de teste em animal”.

Artigo 3o  - As informações do rótulo deverão estar em língua portuguesa, com caracteres de tamanho e formato que as tornem ostensivas e de fácil visualização.

Parágrafo único -  A informação determinada no Artigo 2o  também deverá constar do documento fiscal, de modo que essa informação acompanhe o produto ou ingrediente em todas as etapas da cadeia produtiva.

Artigo 4o - Os estabelecimentos comerciais, as empresas, os produtores e os fornecedores abrangidos por esta lei, terão o prazo de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para se adequarem a esta norma legal.

Artigo 5o - O não atendimento ao disposto nesta lei, sujeitará o infrator às seguintes penalidades, que poderão ser aplicadas isoladas ou cumulativamente, sem prejuízo das de natureza cível, penal ou administrativa.

I – Multa de dez UFESP por unidade comercializada em desacordo com as normas estabelecidas nesta lei.
II – Suspensão temporária da atividade.
III – Cassação da licença de funcionamento.    

Artigo 6o  - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.
















PROJETO DE LEI Nº 479, DE 2009

Regulamenta o direito à informação, assegurado pelo Código de Defesa do Consumidor (Lei no 8.078, de 11 de setembro de 1990), no âmbito do Estado de São Paulo, relativamente aos rótulos dos produtos e componentes dos produtos que contenham animal ou que tenham sido produzidos a partir de métodos que utilizem animal, sem prejuízo do cumprimento das demais normas aplicáveis.

A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO DECRETA:

Artigo 1o - Na comercialização de qualquer produto que contenha animal, componente animal ou que tenha sido elaborado através de método que utilize animal, o consumidor deverá ser informado destas circunstâncias.

Artigo 2o - Tanto nos produtos embalados como nos vendidos a granel ou in natura, o rótulo da embalagem ou do recipiente em que estão contidos deverá constar, em destaque, no painel principal, uma das seguintes expressões, dependendo do caso: "produto de origem animal” ou “componente do produto de origem animal” ou “produto testado em animal” ou “componente do produto testado em animal” ou “produto produzido a partir de teste em animal” ou “componente do produto produzido a partir de teste em animal”.

Artigo 3o - As informações do rótulo deverão estar em língua portuguesa, com caracteres de tamanho e formato que as tornem ostensivas e de fácil visualização.

Parágrafo único - A informação determinada no Artigo 2o também deverá constar do documento fiscal, de modo que essa informação acompanhe o produto ou ingrediente em todas as etapas da cadeia produtiva.

Artigo 4o - Os estabelecimentos comerciais, as empresas, os produtores e os fornecedores abrangidos por esta lei, terão o prazo de 365 (trezentos e sessenta e cinco) dias para se adequarem a esta norma legal.

Artigo 5o - O não atendimento ao disposto nesta lei, sujeitará o infrator às seguintes penalidades, que poderão ser aplicadas isoladas ou cumulativamente, sem prejuízo das de natureza cível, penal ou administrativa.

I – Multa de dez UFESP por unidade comercializada em desacordo com as normas estabelecidas nesta lei.
II – Suspensão temporária da atividade.
III – Cassação da licença de funcionamento.

Artigo 6o - Esta lei entra em vigor na data de sua publicação.

Bolos diferentes






Escolha no mapa ou na lista a câmera que você quer ver e clique para assistir ao vídeo.

Clique aqui : TV Globo

Mario Sérgio Cortella explica porquê a humanidade gosta de pensar no fim do mundo

Quando a lavoura vira praga

AS- PTA
Número 612 - 21 de dezembro de 2012

Car@s Amig@s,
Conforme divulgamos no Boletim 610, em outubro último a revista científica Environmental Sciences Europe publicou a primeira pesquisa revisada por pares analisando o impacto das lavouras transgênicas sobre o uso de agrotóxicos, utilizando dados do Departamento de Agricultura do governo dos EUA (USDA).

No caso das lavouras tolerantes à aplicação de herbicida, os dados oficiais mostraram um aumento de 239 milhões de kg no uso dos venenos nos EUA entre 1996 e 2011. Especificamente sobre esse tipo de modificação genética, os números indicam que, em 2011, nos EUA, o volume de herbicidas aplicados foi 24% maior nas lavouras transgênicas do que nas áreas onde são plantados cultivos não transgênicos.

Inúmeras evidências empíricas aqui no Brasil têm corroborado essas conclusões. Pelo menos cinco espécies de plantas invasoras já desenvolveram resistência ao glifosato, ingrediente ativo do herbicida Roundup, utilizado nas lavouras transgênicas, o que tem levado agricultores brasileiros a aplicar doses reforçadas do produto ou recorrer a combinaçoes com herbicidas mais tóxicos (como 2,4-D e atrazina) buscando eliminar o mato que não mais é controlado pelo sistema ‘semente transgênica + herbicida’.

Mas um caso que chama a atenção nesse sentido, cada vez mais recorrente no Centro-Oeste, é aquele em que as próprias lavouras transgênicas transformam-se em plantas invasoras na sucessão de safras como no caso soja/milho. Explicando melhor: o clima da região permite a obtenção de duas colheitas a cada ano, sendo frequente a alternância entre o plantio de soja com o de milho ou algodão (em lugares como o Mato Grosso, por exemplo, a “safra” e a “safrinha” podem chegar a adquirir igual importância econômica). Agora, com o crescente uso das sementes transgênicas tolerantes a herbicidas, grãos remanescentes de plantios anteriores estão gerando plantas “invasoras” nas novas safras, também tolerantes ao herbicida – o que complica o novo plantio.

Viajando pelas estradas, pode-se facilmente ver grandes extensões de lavouras de soja infestadas por plantas de milho transgênico. De um lado, perde-se a facilidade de manejo prometida pelo sistema transgênico de tolerância a herbicidas. De outro, segue-se a tendência de aumento no uso de agrotóxicos.

Como as plantas infestantes são transgênicas e, assim como a nova lavoura, não morrem quando pulverizadas com glifosato, os agricultores veem-se forçados a recorrer a outros venenos. No caso do milho há ainda a possibilidade de se utilizar herbicidas seletivos que matam apenas as plantas de folha estreita (monocotiledôneas), preservando-se assim a lavoura de soja. Mesmo assim, quantas aplicações adicionais de veneno serão necessárias para eliminar dos campos o milho indesejado?

E quando as plantas infestantes forem de algodão – que, assim como a soja, são de folha larga (dicotiledônea)? Certamente o problema será maior. Assim como é certo que o desenvolvimento de novas variedades transgênicas tolerantes a outros tipos de herbicidas só fará aumentar as dificuldades de manutenção das lavouras transgênicas “limpas” de plantas invasoras.

Reportagem publicada recentemente no Cenário MT relata que o problema da invasão de milho transgênico em lavouras de soja tem ocorrido mesmo em propriedades em que só se planta milho convencional. Segundo a matéria, o problema já vem acontecendo há três anos, mas nesta safra está muito intensificado. Uma das hipóteses para explicar o fenômeno é a contaminação do milho convencional plantado nessas propriedades através da polinização por lavouras de milho transgênico situadas nas proximidades. Outra hipótese é que as sementes de milho convencional compradas pelos produtores já venham contaminadas “de fábrica”, supondo-se que as próprias empresas sementeiras não estejam conseguindo segregar as sementes convencionais das transgênicas. A matéria conta sobre um produtor de Primavera do Leste – MT que acabou tendo que contratar uma equipe para fazer a retirada manual das plantas de milho na lavoura de soja (prática que tem sido recorrentemente relatada nos EUA).

As perdas econômicas para os produtores em decorrência deste problema são facilmente previsíveis. O maior número de aplicações (e de tipos de agrotóxicos utilizados) aumentará os custos de produção. O problema econômico será ainda maior quando se fizer necessária a capina manual – sem deixar de considerar que o que em 2 hectares pode não ser tarefa tão difícil, nas numerosas lavouras de milhares de hectares existentes no Centro-Oeste pode se tornar um pesadelo sem solução. Além disso, as colheitas deverão alcançar menor valor no mercado, pois a lavoura de soja infestada por pés de milho gerará grãos com “impurezas”.

Alimentos Orgânicos, saiba mais:
Orgânicos Certificados
+ Orgânicos Certificados
Orgânicos Amazonas
Orgânicos Bahia
Orgânicos Ceará
Orgânicos Distrito Federal
Orgânicos Espírito Santo
Orgânicos Minas Gerais
Orgânicos Mato Grosso do Sul
Orgânicos Rio de Janeiro
Orgânicos Rio Grande do Sul
Orgânicos São Paulo

quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Contos de Grimm completam 200 anos e são homenageados em Doodle do Google


Os irmãos Grimm são os homenageados do Doodle do Google desta quinta-feira (20). Hoje completa 200 anos da primeira publicação dos famosos contos de fábulas e o portal substituiu as letras do logotipo da página inicial de buscas por uma figura que apresenta cenas animadas da conhecida história de Chapeuzinho Vermelho, mostrando vários personagens criados pelos escritores: a Vovozinha, Lobo Mau e o Caçador.
Os irmãos Grimm, Jacob e Wilhelm Grimm são homenageados pelo Google (Foto: Reprodução/Google)Os irmãos Grimm, Jacob e Wilhelm Grimm são homenageados pelo Google (Foto: Reprodução/Google)
Jacob (4 de janeiro de 1785 – 20 de setembro de 1863) e Wilhelm (24 de fevereiro de 1786 – 16 de dezembro de 1859) Grimm, conhecidos mundialmente como irmãos Grimm, ganharam grande notoriedade por se dedicaram ao registro de várias fábulas infantis. Eles também deram grandes contribuições à língua alemã com um dicionário em 1854 (O Grande Dicionário Alemão – Deutsches Wörterbuch), estudos de linguística e ao estudo do folclore.
Os Irmãos Grimm (Foto: reprodução/Google)Os Irmãos Grimm (Foto: reprodução/Google)
Eles dedicaram boa parte de suas vidas como escritores de fábulas infantis e suas obras mais famosas são as histórias originais de Rapunzel, João e Maria,  Cinderela e Chapeuzinho Vermelho, entre outros contos conhecidos pelo mundo todo.

Resgatando a magia do Natal. Muito bom! Parabéns a OI.

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Dez empreendedores da ficção e seus negócios mirabolantes


Conheça os personagens que construíram empreendimentos de sucesso em filmes, séries de TV e HQsPor Márcio Ferrari
Fonte: Revista PEGN


Fred e Jorge Weasley, série Harry Potter (livros e filmes) - Os gêmeos são gozadores por vocação e tornam-se inventores e comerciantes por decorrência natural. Harry Potter é quem fornece o capital-semente quando eles saem da escola para montar uma loja.



Bruce Wayne, Batman (HQs, séries de TV e filmes) - O alter-ego do homem-morcego é um herdeiro aristocrático, esportivo e mais dedicado à filantropia do que à gestão empresarial.



Charles Foster Kane, Cidadão Kane (filme) - Magnata da imprensa, politicamente poderoso, mas sacrificou todas as relações pessoais enquanto subia na vida.



Homer Simpson (Os Simpsons, série de TV e filme) - Embora nunca tenha largado seu emprego de vigia na usina nuclear de Springfield, sempre está disponível para uma oportunidade de diversificar atividades. Já foi dono de bar, empresário do entretenimento, consultor da internet, magnata do açúcar, proprietário de uma empresa de remoção de neve e publisher de tabloide, entre outras ocupações.



Jerry Maguire, Jerry Maguire (filme) - Estrategista e gênio do esporte como negócio, definido por seu bordão "mostre o dinheiro"



Michael Corleone, O Poderoso Chefão (livro e filmes) - O filho do mais famoso mafioso da ficção, Don Vito Corleone, é o típico herdeiro contrariado. De início idealista, acaba tendo de se render à dura realidade dos “negócios” do clã.



Rick Blaine, Casablanca (filme) - O dono do Rick's Cafe, vivido pelo ator Humphrey Bogart, é, segundo a revista Inc., o melhor lembrete de que há coisas mais importantes do que os negócios (entre elas Ilse Lund, a personagem de Ingrid Bergman).



Tony Soprano, A Família Soprano (série de TV) - Mais uma vez é a revista Inc. quem melhor o define: "o mestre na obtenção de um sim como resposta". Os métodos, claro, não são os mais recomendáveis.



Tony Stark, Homem de Ferro (HQs e filmes) - Além de gênio da tecnologia e, nas horas vagas, super-herói, Stark é um empreendedor arrojado que transformou o negócio herdado do pai numa gigantesca indústria de armamentos.



Willy Wonka, A Fantástica Fábrica de Chocolate (livro e filmes) - Emprendedor da área de confeitos, vende excentricidade e sabe atrair os consumidores fazendo de seu negócio um espetáculo.

Bomba!!!! Harry Potter é plágio do Castelo Ra-Tim-Bum. kkkkkk

Fonte: O Comico


OMG, tudo faz sentido agora!!! O MUNDO PRECISA SABER DISSO!!!

Artista coloca plástico bolha em pontos de ônibus para aliviar o tédio das pessoas



Fonte: http://ocomico.net/artista-coloca-plastico-bolha-em-pontos/

Livros ou E-books qual é o melhor?

terça-feira, 18 de dezembro de 2012

Simples assim...

Um jogo de dominó rochoso ....



Fonte: http://www.craftberrybush.com/2010/08/happy-birthday-daddy.html

Pablo Picasso, Don Quixote, 1955.



Don Quixote is a 1955 sketch by Pablo Picasso of the Spanish literary hero and his sidekick, Sancho Panza. It was featured on the August 18-24 issue of the French weekly journal Les Lettres Françaises in celebration of the 350th anniversary of the first part of Cervantes’s Don Quixote.

Made on August 10, 1955, the drawing Don Quixote was in a very different style than Picasso’s earlier Blue, Rose, and Cubist periods.

Um carinho para sua festa! Coral de anjos - latinhas de alumínio.



Fonte: https://www.facebook.com/Wanderlust.Community

Dez museus curiosos em São Paulo


De relógios e perfumes a fotos e cenas de crime, conheça acervos excêntricos da cidade


Espaço Perfume: história de aromas famosos e experiência sensorial no museu (Foto: Veja São Paulo)
30.ago.2011 | Atualizada em 7.dez.2012 por Anna Carolina Oliveira


Além dos acervos mais "tradicionais" do Masp, Pinacoteca, MAM e outros endereços, algumas casas na cidade se destacam por fugir do comum. São coleções que reúnem invenções malucas, frascos de perfume e fragâncias, relógios com formatos inusitados e por aí vai.

Na Cidade Universitária, por exemplo, fica o Museu da Polícia Civil. Mais conhecido como Museu do Crime, o local conta com um acervo de aproximadamente 3.000 itens, entre fotografias, maquetes e objetos policiais e de crimes. Lá, o visitante vai se deparar com o relato de alguns casos famosos, como o do Chico Picadinho. Como algumas imagens são impactantes, menores de 15 anos só podem entrar quando acompanhados por um responsável.

Menos assustador, o Espaço Perfume Arte + História apresenta a história das fragâncias e aromas mais famosos do mundo. Além de conferir a exposição, os visitantes têm oportunidade de passar por uma experiência olfativa.

Destaca-se também o Museu da Voz, cujo acervo fica na própria casa do dono dos itens, na Praça Benedito Calixto, Zona Oeste. O jornalista aposentado Luiz Ernesto Kawall exibe fitas cassetes, CDs, DVDs e discos de vinil. São cerca de 3.500 artigos. Para conhecer a coleção organizada por assunto — cantos de pássaros, efeitos sonoros, música brasileira, política, fatos históricos, folclore, esportes e religião —, o interessado deve agendar uma visita.

Confira abaixo, dez museus curiosos:

Museu do Relógio
Avenida Mofarrej, 840, Vila Leopoldina
Tel: (11) 3646 4125

Instalado em uma fábrica na Vila Leopoldina, o museu conta com cerca de 600 relógios, desde os enormes modelos de ponto até minúsculos de pulso. Alguns modelos são bastante curiosos, como o despertador-cafeteira, que deixa o café pronto antes do alarme tocar. Saiba mais.


Museu de Geociências da USP
Rua Do Lago, 562, Butantã
Tel:(11) 3091 3952

O museu ocupa uma área de 550 m², localizada no primeiro andar do edifício principal do Instituto de Geociências. O acervo composto por minerais, cristais, rochas e outros atualmente conta com 45.Saiba mais.


Museu Contemporâneo das Invenções
Rua Doutor Homem De Melo, 1109, Perdizes
Tel:(11) 3873 3211

Estão expostas ali cerca de 500 peças e protótipos, todos patenteados e alguns que já podem até ser encontrados à venda. Um exemplo que deu certo é o espaguete flutuante, aquela boia comprida com a qual as crianças brincam na piscina. Saiba mais.

Museu da Energia de São Paulo
Alameda Cleveland, 601, Santa Cecília
Tel:(11) 3333 5600

Abriga exposições sobre a história da energia, as diferentes formas de obtenção e os impactos sociais e ambientais ligados ao processo. Entrada gratuita. Saiba mais.


Museu da Pessoa
Rua Natingui, 1100, Vila Madalena
Tel: (11) 2144 7150

É um museu misto, ou seja, apesar de ter um espaço físico, suas atrações estão na internet. Na web, está boa parte do acervo, composto de histórias de pessoas comuns, de vários lugares, que por qualquer motivo quiseram dar um depoimento. Saiba mais.


Museu da Televisão Brasileira
Rua Vargem Do Cedro, 140, Perdizes
Tel: (11) 3872 7743

Platéia virtual, manequins com figurinos originais de novelas e acervos de várias emissoras. Essas são algumas das atrações do Museu da Televisão Brasileira. A visita deve ser agendada e a entrada custa R$ 5,00. Saiba mais.


Museu da Voz
Praça Benedito Calixto, s/n - Stand, Pinheiros
Tel:(11) 5181 2259

Organizada pelo jornalista aposentado Luiz Ernesto Kawall, a vozoteca possui mais de 3.500 itens. São fitas cassetes, CDs, DVDs e discos de vinil. Todas essas mídias guardam o som de vozes. Saiba mais.


Museu da Polícia Civil
Praça Professor Reinaldo Porchart, 219 - Portão 1 da Cidade Universitária - dentro da academia de polícia, Butantã
Tel: (11) 3468 3360

O Museu da Polícia Civil, mais conhecido como Museu do Crime, reúne cerca de 3.000 itens entre objetos, fotografias, maquetes e instrumentos que mostram ao público um pouco do trabalho da polícia na investigação e apuração de delitos de todos os tipos. Saiba mais.


Museu da Anatomia Veterinária da FMVZ da USP
Rua Professor Orlando Marques Paiva, 87, Butantã
Tel:(11) 3091 1309

O museu foi aberto à visitação em 1984 e apresenta peças preparadas, estudadas e colecionadas por professores, servidores e alunos da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo (USP). Saiba mais.


Espaço Perfume Arte + História
Rua Doutor Emílio Ribas, 110, Perdizes
Tel:(11) 2361 7728

Dedicada à história da perfumaria nacional e internacional, o museu tem como objetivo registrar os 5 mil anos do perfume, sua relação com a moda e trazer curiosidades sobre sua produção. Gratuito e aberto ao público de todas as idades, o Espaço Perfume ocupa parte de uma unidade anexa à Faculdade Santa Marcelina (FASM). Saiba mais.

Fonte: Veja SP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...