quarta-feira, 31 de julho de 2013

Projeto tenta salvar da extinção alimentos que saíram de moda



Ampliar


Conheça alguns alimentos que saíram de moda12 fotos

1 / 12
A capuchinha é uma flor comestível, rica em vitamina C e usada em saladas; a planta se adapta a qualquer tipo de clima, floresce o ano todo e só não tolera solos muito secosEmbrapa Hortaliças/Divulgação
Há sete anos, Nuno Madeira, pesquisador da Embrapa Hortaliças, em Brasília, se dedica a recuperar alimentos que se perderam no tempo. Cará-moela, peixinho (ou lambari da horta), capuchinha, taioba, vinagreira, mangarito e ora-pro-nóbis estão entre as 40 espécies que compõem um projeto de preservação coordenado por ele.
Madeira comenta que a empresa, na época, decidiu fortalecer uma espécie de acervo que garante a manutenção de plantas importantes para o país.  "Nesse momento descobrimos que muitas hortaliças e raízes do passado não estavam contempladas", informa.
Segundo o pesquisador, esses alimentos são importantes para pequenos produtores e comunidades de diferentes regiões do país mesmo que não sejam mais encontrados como antigamente.
Conforme a Agência para Agricultura e Alimentação da ONU (FAO)  houve uma redução (de 10 mil para 170) do número de plantas comestíveis e usadas pelo homem nos últimos cem anos. Elas foram trocadas por outras de alta produtividade.
O próprio pesquisador começou a colaborar com a recomposição do acervo da Embrapa a partir de algumas plantas do quintal da própria casa. Madeira sempre teve interesse por essas "hortas antigas" desde quando era estudante de agronomia.
"São plantas rústicas que produzem bem em qualquer lugar e de forma quase espontânea", informa.
As mudas provenientes dos canteiros da Embrapa vão abastecer outros projetos semelhantes no país. Um deles pertence ao Polo Regional da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta) em Pindamonhangaba, no Vale do Paraíba. Uma área de 2.000 metros quadrados abriga 20 tipos de hortaliça classificadas como "não convencionais".
"Elas correm o risco de desaparecer por terem sido substituídas por outras de maior escala e que se tornaram comuns em nossas mesas", afirma a pesquisadora Cristina Maria de Castro.
A engenheira agrônoma afirma que esses alimentos jamais estarão em quantidade nos supermercados. "Nem por isso precisamos abrir mão deles", diz. O projeto da Apta atende os pequenos produtores na região de Pindamonhangaba.

A nutricionista que preserva alimentos que se perderam no tempo

A nutricionista Neide Rigo tem o hábito de andar por São Paulo sempre de olho em ervas e hortaliças que podem ser encontradas por cantos de praças e parques da capital. Por meio da coleta delas, Neide formou canteiros de hortaliças "não convencionais" em sua casa.
"Uns crescem plantados, outros largados e alguns de teimosos", diz.  É num pequeno espaço que Rigo colhe ora-pro-nóbis, mangarito e cará-do-ar. Tem também capiçoba (folha similar ao espinafre), jambu (a erva amazonense que amortece de leve os lábios), e sementes de vários lugares.
"Tenho um interesse histórico por alimentos, e por isso eles nunca perdem a importância para mim", diz.
Por resgatar alimentos à beira da extinção, Neide Rigo já contribuiu com o restabelecimento de alguns deles pelo país. Ela mandou para a região de Garanhuns, em Pernambuco, um tipo de melão (o cruá) que estava desaparecido por lá. Uma outra vez, recebeu de um produtor um punhado de farinha de araruta, que anda sumida do mercado.
Segundo ela, o que mais se encontra é o amido (fécula) de mandioca sendo vendido no lugar da outra. "Quem conhece sabe que os biscoitos de araruta são mais leves e branquinhos", afirma.
A dedicação aos alimentos quase desaparecidos levou a nutricionista a participar daArca do Gosto, braço do movimento internacional Slow Food, que prega a recuperação da tradição de alguns produtos em seus respectivos países.

Veja aqui quantas espécies esquecidas

Vc conhece a Cianita?


A Cianita é uma poderosa aliada para sintonização, proteção e limpeza dos locais e das pessoas. Com efeito de limpeza muito poderoso essa pedra amplifica e transmite energias com uma frequência elevada notando-se a diferença em seguida de se estar com ela. 

A cianita não absorve energias negativas por isso não requer limpeza energética, ela absorve e elimina por si própria. 

Usada como amuleto, a cianita é uma forte pedra de proteção eliminando as energias negativas no local ou na pessoa que a carrega. 

No corpo físico ela cuida de distúrbios musculares, febre e problemas urogenitais, na tireoide, garganta e cérebro.

A Cianita é considerada uma pedra da proteção divina por acreditar que desde a antiguidade ser ela capaz de favorecer a comunicação mental com os seres Angelicais (em especial com o Arcanjo Miguel). Ela tem semelhança com a Espada do Arcanjo Miguel.

Pode-se mante-la na mesa de trabalho, próxima da porta de entrada dos locais, numa noite deixa-la embaixo do travesseiro, uma pequena carrega-la na bolsa ou uma mini na carteira.

ILOSA – Terapia de Ambientes – WWW.ilosa.com.br – (54) 9188-0483

domingo, 28 de julho de 2013

O Câncer em Lata - Veja como as "Pringles" são feitas.



Por  Forum Anti Nova Ordem Mundial
By Dr. Mercola

Para compreender a natureza da Pringles e outros chips empilháveis, esqueça a idéia de que eles vêm de batatas reais de qualquer forma reconhecível.

A Pringles Company (em um esforço para evitar os impostos cobrados contra "alimentos de luxo", como batatas fritas no Reino Unido), uma vez, chegou a argumentar que o conteúdo de seus chips de batata era tão baixo que tecnicamente, não são mais batatas fritas.

Então, se elas não são feitas de batatas, do que são exatamente?

O processo inicia-se com uma pasta de arroz, trigo, milho, e flocos de batata, que são prensados na forma.

Esta massa de substâncias então é cortada por uma máquina em folhas ultra-finas e pulam pra fora em forma de biscoitos chips.

De acordo com o io9:

"Os chips avançam em uma correia transportadora até que fiquem pressionados para ser moldados, o que lhes dá a curva e faz com que eles se encaixem um no outro.

Esses moldes percorrem o óleo fervendo ... E então eles são fritos, secos, pulverizados com sabores em pó e, por fim, deitados em uma correia transportadora de movimento mais lento de forma que lhes permite ser empilhados. A partir de então, vão para as latas ... e em direção as bocas inocentes dos consumidores."

Eu suspeito que quase todo mundo que esteja lendo isso provavelmente goste do sabor das batatas fritas. No entanto, elas são claramente um dos alimentos processados mais tóxicos que você pode comer, quer eles são feitos a partir de lascas de batata reais ou não.

Batatas fritas são carregadas com produto químico cancerígeno

Um dos ingredientes mais perigosos nas batatas fritas não é intencionalmente adicionado, mas é um subproduto do processamento: A Acrilamida.

A acrilamida, um químico causador de câncer, e potencialmente neurotóxico, que é criado quando os alimentos ricos em carboidratos são processados a altas temperaturas, seja cozido, frito, assado ou tostado. A batata frita é um dos piores, mas muitos alimentos cozidos ou processados em temperaturas acima de 212 ° F (100 ° C) podem conter acrilamida. Como regra geral, o produto químico é formado quando o alimento é aquecido o suficiente para produzir uma superfície relativamente seca e castanho / amarelada.

Assim, a acrilamida pode ser encontrada em:

- Batatas - batatas fritas, batatas fritas e outros alimentos de batata assada ou frita

- Grãos - crosta de pão, torradas, pão torrado, cereais e café da manhã torrado vários lanches processados

- Café, grãos de café torrados e em pó de café moído. Surpreendentemente, *substitutos do café com base na chicória, na verdade, contém 2-3 vezes mais acrilamida do que um verdadeiro café

Acrylamida - quanto você está consumindo?

O limite federal nos Estados Unidos de consumo de acrilamida na água potável é de 0,5 partes por bilhão, ou cerca de 0,12 microgramas em um copo de 177 ml. No entanto, uma porção de 170 mg de batatas fritas pode conter de 60 microgramas de acrilamida, ou cerca de quinhentas vezes acima do limite permitido.

No Brasil a Portaria MS nº. 518, de 25 de março de 2004, que estabelece os procedimentos e responsabilidades relativos ao controle e vigilância da qualidade da água para consumo humano e seu padrão de potabilidade, fixa o limite de 0,5 µg/L para presença de acrilamida na água potável, o mesmo recomendado pela Organização Mundial de Saúde. Ou seja, é o mesmo limite dos EUA (fonte anvisa).

Dessa forma, batatas fritas tem notoriamente um índice muito elevado deste produto químico perigoso. Tão alto que, de fato, em 2005, o Estado da Califórnia processou os fabricantes de batatas chips por não alertarem os consumidores californianos sobre os riscos para a saúde de acrilamida em seus produtos. Um acordo foi feito em 2008, quando a Frito-Lay e vários outros fabricantes de batatas chips concordaram em reduzir os níveis de acrilamida em suas fichas para 275 partes por bilhão (ppb) em 2011, que só é baixo o suficiente para evitar a necessidade de um rótulo de advertência câncer.

O relatório de 2005 "How Potato Chips Stack Up: Níveis de acrilmida causadores de câncer em marcas populares de batata frita", emitido pela Environmental Law Foundation (ELF) baseada na Califórnia, enunciou os perigos neste lanche popular. A análise constatou que todos os produtos de batatas fritas testados excederam o limite legal de acrilamida num mínimo de 39 vezes, e de outros de até 910 vezes! Alguns dos piores criminosos da época foram:

- Cape Cod Robust Russet: 910 vezes o limite legal de acrilamida

- Batatas fritas Kettle (levemente salgado): 505 vezes

- Kettle Chips (dijon mel): 495 vezes

Cuidado: Batatas fritas anunciadas como cozidas podem ser ainda piores do que fritas!

Se você acha que pode evitar os riscos para a saúde de batatas fritas, escolhendo as variedades cozidas, que normalmente são anunciadas como sendo "mais saudáveis", pense duas vezes. Lembre-se de que a acrilamida é formada não só quando os alimentos são fritos ou grelhados, mas também quando eles são cozidos. E de acordo com dados do Food and Drug Administration dos EUA (FDA) sobre os níveis de acrilamida nos alimentos, os chips cozidos podem conter mais de três vezes os níveis de acrilamida dos chips regulares!

Curiosamente, a mesma tendência vale para outros alimentos também, o que sugere que batatas processadas em alta temperatura pode ser uma das piores formas de cozinhá-las. Por exemplo, de acordo com dados da FDA, "Ore Ida Ouro Fries" continha 107 ppb de acrilamida na versão frita regular e 1098, quando cozido. Então lembre-se, todos os chips de batata contêm acrilamida, independentemente se eles são naturais ou não, cozido ou frito. Da mesma forma, todos eles vão influenciar os seus níveis de insulina de uma forma muito negativa.

Acrilamida Não É O Único Perigo

A acrilamida não é o único composto genotóxico perigoso formado quando o alimento é aquecido a altas temperaturas.

Um projecto da União Européia desenvolvido ao longo de três anos, conhecido como os tóxicos na comida gerados pelo calor [url=www.slv.se/default.aspx?id=1379&epslanguage=EN-GB]Heat-Generated Food Toxicants (HEATOX)[/url], cujos resultados foram publicados no final de 2007, sustenta que há mais de 800 compostos induzidos pelo calor encontrados em alimentos, dos quais 52 são potenciais cancerígenos. Além de sua constatação de que a acrilamida representa uma ameaça à saúde pública, os cientistas HEATOX também descobriram que você é muito menos propenso a ingerir níveis perigosos da toxina quando você come alimentos caseiros comparado ao industrial ou aos preparados em restaurantes.

Além disso, os resultados HEATOX também sugerem que, embora existam formas de diminuir a exposição à acrilamida, ele não pode ser completamente eliminada.

De acordo com seus cálculos, a aplicação bem-sucedida de todos os métodos actualmente conhecidos reduziria a ingestão de acrilamida em 40 por cento, no máximo, o que me faz pensar se os fabricantes de chips têm realmente conseguido neste momento na redução dos níveis de acrilamida para dentro dos limites legais ... Como ainda não há dados atualizados, não há como dizer se eles estão sendo capazes de cumprir com o acordo de 2005.

Para mais informações detalhadas sobre a acrilamida, eu recomendo a leitura do relatório on-line de calor gerado Alimentos Tóxicos, identificação, caracterização e minimização do risco. Em geral, no entanto, basta lembrar que o cozimento de alimentos em altas temperaturas não é aconselhado. Algumas das toxinas mais conhecidas criados em cozedura a alta temperatura incluem:

- As aminas heterocíclicas (ACS): Estes formam quando a carne é cozida em altas temperaturas, e eles também estão associados ao câncer. Em termos de HCA, a pior parte da carne é a seção enegrecida, que é por isso que você deve sempre evitar carbonização sua carne, e nunca comer partes enegrecidas.
- Hidrocarbonetos Policíclicos Aromáticos (HPAs): Quando a gordura pinga sobre a fonte de calor, causando excesso de fumaça, e esta fumaça envolve o seu alimento, ela pode transferir HPAs cancerígenos para a carne.
- Glicação avançada End Products (AGEs): Quando o alimento é cozido em altas temperaturas (inclusive quando é pasteurizado ou esterilizado), aumenta a formação de AGEs na sua alimentação. Quando você come o alimento, ele transfere os AGEs para o seu corpo. Os AGEs se acumulam em seu corpo ao longo do tempo, levando ao estresse oxidativo, inflamação e aumento do risco de doenças cardíacas, diabetes e doença renal.

A busca por uma batata "Saudável" continua...

Como numa pesquisa moderna do Santo Graal, os fabricantes de chips continuam procurando métodos para melhorar a imagem de seus lanches mais rentáveis, prejudicando sua saúde. Por exemplo, até o final de 2011, cerca de metade dos lanches da Frito-Lay , marca da Pepsi, será reformulado com todos os ingredientes naturais. A ação é parte do plano mestre da PepsiCo para explorar a quota de mercado para alimentos saudáveis. O Wall Street Journal informou recentemente a empresa espera aumentar seu negócio de nutrição de US $ 10 bilhões para US $ 30 bilhões em 2020.

A empresa irá remover os riscos alimentares, como o glutamato monossódico (MSG), substituindo-o por temperos naturais, tais como melaço e a páprica. Corantes artificiais serão substituídos por suco de beterraba, repolho roxo e cenoura. Ao todo, cerca de 60 diferentes lanches estão programados para começar essa reforma totalmente natural.

Este é certamente um bom exemplo de como a demanda dos consumidores pode alterar a direção de fabricantes de alimentos de uma forma positiva.

Os chips reformulados pode acabar sendo menos ruim para você do que as formulações originais. No entanto, os chips nunca serão verdadeiramente saudáveis. Chips todo-naturail pode ser o menor de dois males, mas, se consumidos regularmente, eles ainda estarão empurrando a sua saúde na direção errada ... Não há como fugir do fato de que as pragas modernas, tais como câncer, doenças cardíacas, obesidade e diabetes têm um componente na dieta, e batatas fritas e batatas chips serão sempre uma aposta perdedora, se você quiser evitar tornar-se parte estatística da doença.

Como Evitar toxinas induzida pelo calor na sua dieta

Idealmente, você deve consumir alimentos que são crus ou minimamente processados para evitar esses tipos de subprodutos tóxicos na comida, quanto mais cru, melhor. Meu plano de nutrição enfatiza a necessidade de pelo menos um terço de seus alimentos a serem consumidos crus. Pessoalmente, eu consumo cerca de 80 por cento da minha comida crua, e eu acho que este é um dos fatores mais importantes que ajudam a me manter saudável.

Pode demorar algum tempo para você passar à uma dieta de alimentos menos processados, mas se conseguir se livrar dos mais culpados, obviamente já seria um grande começo.

Estes incluem: batatas fritas e batata chips, todos os refrigerantes (regulares e diet, pois adoçantes artificiais podem ser mais problemáticos do que a frutose), donuts.

Alimentação Saudável Fácil de Fazer

Além de criar subprodutos potencialmente tóxicos, cozinhar e processar também esgotam a comida de micronutrientes valiosos, o que é uma outra razão para comer tanta comida crua possível. Isto inclui fontes de proteínas, tais como os ovos. Ovos orgânicos inteiros brutos, frangos de pasto são uma incrível fonte de nutrientes de alta qualidade. Outro bom exemplo é o leite cru, que é benéfico em seu estado bruto, mas que torna-se prejudicial depois de pasteurizado.

Ao optar por alimentos que irão beneficiar a sua saúde, como vegetais crus, de preferência orgânicos e / ou produzidos localmente, carnes orgânicas alimentados com capim, óleos saudáveis, laticínios crus, nozes e sementes, você pode alterar a sua saúde para melhor. Estes são os alimentos que são verdadeiramente naturais, e muito fáceis de preparar, uma vez que você se acostume.

Para um guia passo-a-passo para fazer a transição para uma dieta saudável, simples e suave possível, basta seguir o conselho do meu plano de nutrição otimizada.

Lembre-se, comer alimentos integrais, frescos, é o "segredo" para ficar mais saudável, de se perder peso e de realmente desfrutar de sua comida. É lamentável que tantos tenham uma crença equivocada de que é "quase impossível" fazer uma refeição sem alimentos processados. Bruce Weinstein e Mark Scarbrough tratam esta questão de frente em seu livro Real Food tem curvas, que é um excelente ponto de partida para "reaprender" as noções básicas de como aproveitar e preparar uma comida real.

Uma vez que você se acostume com isso, vai notar que pode preparar uma refeição saudável a partir do zero na mesma quantidade de tempo que teria levado para atravessar a rua para pegar fast food. A principal diferença será uma maior satisfação, tanto física como mentalmente, e talvez até mesmo financeiramente, pois alimentos processados normalmente acabam sendo muito mais caros do que cozinhar.

Fontes:
- Mercola: Are You Eating This All-Time Favorite "Cancer-in-a-Can" Snack?
- World Truth: Cancer in a Can: The Shocking True Story of how ‘Pringles’ are Made
- IO9: The shocking true story of how Pringles are made
- ANVISA: Perguntas e Respostas sobre a Acrilamida

sábado, 27 de julho de 2013

As cores das flores e seus significados



Faço sempre questão de ter flores vivas em todos os cômodos de minha casa, acredito na sua energia e que ao colocarmos as flores nos vasos podemos dar uma missão a elas como harmonia, amor, alegria para as pessoas que moram na casa e as que vem nos visitar também. Experimentem!

O texto abaixo é do Blog Ikebana Flores





O vermelho das Rosas, entre outras flores nessa tonalidade, demonstram: coragem, criatividade, sedução, paixão, desejo de viver, poder, impulso, força de vontade, energia, movimento, ação, sensualidade, entre outros.



O laranja do Lírio Holandês e da Estrelítzia simboliza: rejuvenescimento, otimismo, cordialidade, bondade, vigor mental, estimula suavidade, realizações, intimidade social (reunião de negócios e festas de escritório.) etc.



O branco do Callas (copo de leite) traz a essência da pureza, doação, fé, espiritualidade, limpeza, paz etc.



O amarelo do Girassol transmite sensação de alegria, agilidade mental, honestidade, justiça, originalidade, expansão, segurança, honra, intelectualidade etc.

terça-feira, 23 de julho de 2013

Que tal aprender com as crianças? Como elas reagiram a um prato vazio.

Evite o leite… pela sua saúde!

  smart-jug-sends-text_11

De Portugal Mundial
As indústrias de lacticínios americanas gastaram rios de dinheiro para convencer o público em geral que o leite é necessário por razões de saúde, mas o que não nos disseram é que para os adultos o consumo de leite animal pode estimular doenças coronárias, obesidades, diabetes, cancro de mama, próstata e cólon, doenças autoimunes, osteoporose, algumas doenças da retina e dos rins, diabetes tipo 1 em crianças predispostas, em que o pâncreas sofre uma destruição autoimune. 

Por isso, o alimento pode e deve ser evitado, sem prejuízo para o organismo.

O leite, particularmente o de vaca, é a mais comum das alergias a alimentos [Fonte: Rona, Nowak-Wegrzyn]. Mesmo quando não se é alérgico o leite é frequentemente intolerado no tracto intestinal [Fonte: Nowak-Wegrzyn] e o problema vai muito além da intolerância à lactose pois este provoca inchaço intestinal, prisão de ventre e refluxo. Clinicamente, o leite, está ainda ligado ao aumento de problemas de pele (eczema), sinusite, enxaquecas e dores nas articulações [Fonte: Grant].

Na realidade o leite é muito mais do que uma bebida, é um fenómeno cultural e industrial passível de ser analisado ao longo da história das civilizações.


O mito do leite espalhou-se pelo mundo baseado na crença de que é rico em proteínas e cálcio e essencial para a saúde, especialmente dos ossos. Todavia os estudos mostram que são mais os malefícios e os efeitos nefastos à saúde do que os benefícios. 

Surpreendentemente não só o corpo humano é incapaz de absorver o cálcio do leite de vaca (especialmente pasteurizado), mas também ficou já provado que o leite pode aumentar as perdas de cálcio nos ossos. Irónico?!




Como todas as proteínas animais o leite aumenta a acidez do pH do corpo humano que por seu lado despoleta uma correcção biológica natural. É que o cálcio é um excelente neutralizador de acidez e o maior armazém de cálcio do corpo é exactamente o esqueleto. 

Assim, o mesmo cálcio que os nossos ossos necessitam para se manterem fortes e saudáveis vai ser usado para neutralizar a acidez provocada pela ingestão de leite. Uma vez destacado dos ossos para equilibrar o pH, o cálcio é expelido pela urina causando um efeito surpreendetemente contrário ao que é advogado pelas indústrias leiteiras.

Sabendo tudo isto percebemos finalmente porque os países com menor consumo de lacticínios são também aqueles que possuem menor incidência de fracturas ósseas na população. É triste ver que os profissionais de saúde continuam a ignorar estes factos comprovados

O leite de vaca é para vitelos!

Graças à nossa ingenuidade e talvez aos instintos de sobrevivência adoptamos o acto dúbio de beber o leite de outras espécies. Ninguém nega a eficácia e pertinência do leite de vaca para os vitelos, mas ao contrário dos humanos estes deixam de consumir leite definitivamente uma vez que estejam crescidos… e o mesmo se aplica a todos os mamíferos à face do planeta. Além disso cada espécie de mamífero é o próprio ‘designer’ do seu leite que serve exactamente para a sua espécie, e isto aplica-se ao leite de vaca que contém três vezes mais proteínas que o leite humano o que obviamente tem de provocar distúrbios metabólicos nos humanos que erradamente o consomem.

Para quem insiste em manter os lacticínios na sua dieta fique pelo menos a saber que o que compram no supermercado está muito longe de ser saudável. As vacas leiteiras recebem diariamente hormonas de crescimento e de simulação de gravidez para aumentar a produção de leite, bem como antibióticos vários para diminuir infecções provocadas pelos mais variados mecanismos e químicos a que estão expostas. Estes materiais obrigatoriamente contaminam o leite e o seu impacto para os seres humanos que o consomem é ainda desconhecido.




Concluindo, e como explica o famoso Save Our Bones Program,ao contrário do que diz a corrente, os media e os profissionais de saúde rebanhados a repetir unicamente o que ouvem sem tentar perceber se é correto ou não… beber leite e consumir lacticínios não é uma resposta ou uma reversão à osteoporose ou outras deficiências, bem pelo contrário.

No meio de tudo isto ressalva-se apenas que lacticínios naturalmente processados e sem adição de açúcares ou adoçantes estão já livres de acidez e os estudos atestam que o iogurte, as natas e o kefir que não possuem rBGH (hormona) têm francos benefícios para a saúde humana.
Fica o aviso… saia da corrente! Investigue e pondere não consumir leite, pela sua saúde!


Fonte: A Cidade, SaveOurBones, HowStuffWorks

Crimes da Nestlé são acobertados por autoridades e imprensa brasileira

De Pragmatismo Político - Postado em: 21 ago 2012 às 10:41


As águas turvas da Nestlé: Se a grande imprensa brasileira, misteriosa e sistematicamente, vem ignorando o caso, o mesmo não ocorre na Europa, onde o assunto foi publicado em jornais de vários países, além de duas matérias de meia hora na televisão



Ao invés de aplicar multas, governo de Minas Gerais é condescendente com Nestlé.

Há alguns anos, a Nestlé vem utilizando os poços de água mineral de São Lourenço para fabricar a água marca PureLife. Diversas organizações da cidade vêm combatendo a prática, por muitas razões. As águas minerais, de propriedades medicinais e baixo custo, eram um eficiente e barato tratamento médico para diversas doenças, que entrou em desuso, a partir dos anos 50, pela maciça campanha dos laboratórios farmacêuticos para vender suas fórmulas químicas através dos médicos. Mas o poder dessas águas permanece. Médicos da região, por exemplo, curam a anemia das crianças de baixa renda apenas com água ferruginosa.

Para fabricar a PureLife, a Nestlé, sem estudos sérios de riscos à saúde, desmineraliza a água e acrescenta sais minerais de sua patente. A desmineralização de água é proibida pela Constituição.

Cientistas europeus afirmam que nesse processo a Nestlé desestabiliza a água e acrescenta sais minerais para fechar a reação. Em outras palavras, a PureLife é uma água química. A Nestlé está faturando em cima de um bem comum, a água, além de o estar esgotando, por não obedecer às normas de restrição de impacto ambiental, expondo a saúde da população a riscos desconhecidos. O ritmo de bombeamento da Nestlé está acima do permitido.

Troca de dutos na presença de fiscais é rotina. O terreno do Parque das Águas de São Lourenço está afundando devido ao comprometimento dos lençóis subterrâneos. A extração em níveis além do aceito está comprometendo os poços minerais, cujas águas têm um lento processo de formação. Dois poços já secaram. Toda a região do sul de Minas está sendo afetada, inclusive estâncias minerais de outras localidades.

Durante anos a Nestlé vinha operando, sem licença estadual. E finalmente obteve essa licença no início de 2004.

Um dos brasileiros atuantes no movimento de defesa das águas de São Lourenço, Franklin Frederick, após anos de tentativas frustradas junto ao governo e à imprensa para combater o problema, conseguiu apoio, na Suíça, para interpelar a empresa criminosa. A Igreja Reformista, a Igreja Católica, Grupos Socialistas e a ONG verde ATTAC uniram esforços contra a Nestlé, que já havia tentado a mesma prática na Suíça.

Em janeiro deste ano, graças ao apoio desses grupos, Franklin conseguiu interpelar pessoalmente, e em público, o presidente mundial do Grupo Nestlé. Este, irritado, respondeu que mandaria fechar imediatamente a fábrica da Nestlé em São Lourenço. 

No dia seguinte, no entanto, o governo de Minas (PSDB) baixou portaria regulamentando a atividade da Nestlé. Ao invés de aplicar multas, deu-lhe uma autorização, mesmo ferindo a legislação federal. Sem aproveitar o apoio internacional para o caso, apoiou uma corporação privada de histórico duvidoso.



O terreno do Parque das Águas de São Lourenço está afundando devido ao comprometimento dos lençóis subterrâneos.

Se a grande imprensa brasileira, misteriosa e sistematicamente, vem ignorando o caso, o mesmo não ocorre na Europa, onde o assunto foi publicado em jornais de vários países, além de duas matérias de meia hora na televisão. Em uma dessas matérias, o vereador Cássio Mendes, do PT de São Lourenço, envolvido na batalha contra a criminosa Nestlé, reclama que sofreu pressões do governo federal (PT), para calar a boca. Teria sido avisado de que o pessoal da Nestlé apóia o Programa Fome Zero e não está gostando do barulho em São Lourenço.

Diga-se também que a relação espúria da Nestlé com o Fome Zero é outro caso sinistro. A empresa, como estratégia de marketing, incentiva os consumidores a comprar seus produtos, alegando que reverte lucros para o Fome Zero. E qual é a real participação da Nestlé no programa? A contratação de agentes e, parece, também fornecendo o treinamento.

Sim, é a mesma famosa Nestlé, que tem sido há décadas alvo internacional de denúncias de propaganda mentirosa, enganando mães pobres e educadores, para substituir leite materno por produtos Nestlé, em um dos maiores crimes contra a humanidade.

A vendedora de leites e papinhas “substitutos” estaria envolvida com o treinamento dos agentes brasileiros do Fome Zero, recolhendo informações e gerando lucros e publicidade nas duas pontas do programa: compradores desejosos de colaborar e famintos carentes de comida e informação. Mais preocupante: o governo federal anuncia que irá alterar a legislação, permitindo a desmineralização “parcial” das águas. O que é isso? Como será regulamentado?

Se a Nestlé vinha bombeando água além do permitido e a fiscalização nada fez, como irão fiscalizar agora a tal desmineralização “parcial”? Além do que, “parcial” ou “integral”, a desmineralização é combatida por cientistas e pesquisadores de todo o mundo. E por que alterar a legislação em um item que apenas interessa à Nestlé? O que nós, cidadãos, ganhamos com isso?

É simples. Sabemos que outras empresas, como a Coca-Cola, estão no mesmo caminho da Nestlé, adquirindo terrenos em importantes áreas de fontes de água. É para essas empresas que o governo governa? Uma vergonha!

Carla Klein, Correio da Cidadania

sexta-feira, 19 de julho de 2013

Emagrecer Comendo Chocolate Pesquisas mostraram que chocolate pode acelerar o emagrecimento. Porém, atenção às seguintes observações!

Lembrando sempre que devemos ler os ingredientes, muitos chocolates tem gordura vegetal hidrogenada, compare as marcas.

Fonte: Dicas para perder peso
Pesquisas:
Uma das pesquisas sobre o assunto foi realizada pelo Departamento de Ciência do Alimento e Biotecnologia da Universidade de Chung Hsing de Taiwan, China. Para tanto, voluntários foram obrigados a ingerirem 30 gramas de chocolate por dia e o resultado foi que conseguiram perder medidas em 3 meses de observação.
chocolate emagrece?
De acordo com estudiosos, esse resultado se deu por causa da presença de ácidos fólicos no cacau, pois interferem na ação do hormônio leptina, responsável pela sensação de saciedade. Assim, as pessoas comeram menos e, consequentemente, emagreceram.
Outra pesquisa foi realizada pelo Departamento de Nutrição Humana da Universidade Real de Copenhagen, Dinamarca. Nesse estudo, voluntários ingeriram um tablete de chocolate pela manhã, em jejum, e sentiram menos fome, diminuindo em 15% o total de calorias ao longo do dia.

Outros Benefícios do Chocolate

Emagrecer Comendo Chocolate 1Além de contribuir para o emagrecimento, essa delícia dos deuses possui outros benefícios para a saúde. Por ser rico em carboidratos, aumenta a produção do neurotransmissor serotonina, responsável pela sensação de prazer. E aliados a substâncias como a teobromina, o tetrahidrocarboline, o triptofano, a feniletilamina, a tirosina e a fenilalanina, combatem a depressão, ajudando a manter o bom humor e a sensação de bem estar.
Previne doenças cardiovasculares impedindo a oxidação da gordura ruim (LDL), protege os neurônios contra doenças degenerativas como o Mal de Alzheimer e o Mal de Parkinson, contribui para o sistema imunológico e reduz a pressão arterial.

Como Comer o Chocolate

Emagrecer Comendo Chocolate
  1. Em primeiro lugar, o chocolate a ser ingerido é o amargo, ou seja, quanto mais amargo, melhor, principalmente se o seu intuito é perder peso, pois os fitoquímicos benéficos estão no cacau. Depois, o limite diário é de apenas 30 gramas por dia, visto que contém uma grande quantidade de calorias. Ele pode ser ingerido antes das refeições ou entre elas. Tudo depende do seu gosto.
  2. Caso você não suporte alimentos muito amargos, opte pelas versões que contenham frutas, capuccino ou menta na receita, porque são mais saborosos. Outra dica é comer o chocolate acompanhado por um bom cafezinho com adoçante ou sem açúcar. Desse modo, a cafeína ajudará a queimar algumas calorias e dará uma sensação confortável ao seu estômago.
  3. E se preferir misturar o chocolate ao leite, escolha o cacau em pó orgânico e sem açúcar. Ele também fica delicioso polvilhado sobre bananas assadas. Outra sobremesa maravilhosa são os damascos cobertos com chocolate amargo derretido no microondas, assim como os espetinhos de frutas lambuzados com essa guloseima de dar água na boca.
  4. E enquanto estamos no inverno, aqueça-se com um formidável submarino, preparado com um copo de leite desnatado com 1 barrinha de chocolate amargo derretida. Não há como resistir!
Gostou? Então delicie-se com um dos doces mais apreciados e comercializados do mundo. No começo, pode ser difícil comer o chocolate amargo, mas com o tempo, o seu paladar se acostuma você nunca mais vai querer a sua versão doce, que é enjoativa e, pior, engorda.

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Que tal fazer uma porção de panelinhas?


Que tal reaproveitar as garrafas plásticas para fazer brinquedos?

Confira o passo a passo na página 39 do livro “Brinquedos e Brincadeiras na Comunidade”

Fonte: link: http://migre.me/fjrI6

Tem um monte de brincadeiras lá no livro, não deixem de ver.



segunda-feira, 8 de julho de 2013

Quadro Negro na Porcelana


Monta Encanta  um Blog delicioso, vale a pena visitar! Olha que delícia de dica.
Bandeja com estilo! 

Adorei a idéia, de pintar um quadro-negro na travessa de porcelana, para indicar com giz, escrevendo, os  tipos diferentes de queijo, num Queijo & Vinho!
Um encanto

 
 Me acompanha?
Além da sua travessa, você vai precisar
 A tinta usada, Pebeo 150 para porcelana Chalkboard Black, fosca, para efeito lousa, lá fora você encontrará a venda noAmazon, que entrega no Brasil mas nós encontramos, aqui,  venda on-line  na  Companhia de Papel  usar  cor preto  Medium Matte (fosco) para o efeito lousa.
1-)Use fita adesiva na parte de fora da travessa que você não quer pintar (você pode pintar a travessa inteira se quiser, veja nas fotos ambos os exemplos) 
2-)Aplique a tinta com o pincel. Deu errado? Limpe e tente novamente… 
3-)Aguarde a tinta secar e só então remova cuidadosamente a fita.
4-)Deixe  secar por mais 24 horas. 
No dia seguinte, coloque a travessa no forno à 150 graus Celsius por 30 minutos ou de acordo com as instruções da embalagem. 
5-)Após a cozedura, desligue o forno e deixe a travessa lá dentro até que resfrie naturalmente. 
6-) Somente, após resfriada retire do forno. 
Travessa inteira pintada 
 Eslito Vintage, para o café ou chá
 Aproveite e compre também a caneta 
Ouse, invente, personalize, dê de presente!
 
Escreva sua própria frase




Veja Aqui outros exemplo de xícaras ilustradas.

Amei! 
 

Luminárias criativas reciclando latas

Lindo!!1 Feliz Dia dos Pais!!!

terça-feira, 2 de julho de 2013

FLORICULTURA PLANTA MUDAS ENDÊMICAS EM NOME DE BLOGUEIROS




Em meio a um corredor natural com a Serra do Caraça, há aproximadamente 40 km de Belo Horizonte, compreendendo os municípios de Barão de Cocais, Caeté, Santa Bárbara, Rio Acima, Raposos e Itabirito, a Serra do Gandarela é considerada a segunda maior floresta de Mata Atlântica de Minas Gerais e a maior extensão de cangas ferruginosas do Brasil severamente ameaçadas pela exploração do minério de ferro.


As atividades mineradas devastam o Gandarela e todos os seus mananciais (bacias hidrográficas dos Rios Doce/Piracicaba e São Francisco/Rio das Velhas), comprometendo também a qualidade da água do Rio das Velhas, responsável pelo abastecimento de 60% dos 5 milhões de mineiros da região metropolitana de Belo Horizonte e municípios vizinhos. Por isso, desde 2009, o projeto Manuelzão/UFMG junto a 25 entidades, solicitaram ao (ICMBio) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, estudos sobre a criação do Parque Nacional, que irá proteger a região e estimular o turismo sustentável.


Em apoio à criação do Parque Nacional como política de preservação do Gandarela e buscando através das redes sociais, conscientizar a população dos problemas atuais que assolam o local, o site de floricultura Ikebana BH está plantando mudas endêmicas nas áreas mais devastadas da região, em nome de todos os blogueiros que divulgarem a campanha Plante uma Árvore. Todas as ações do plantio podem ser acompanhadas através do site da Ikebana Flores.

A floricultura também está doando mudas do cerrado durante a campanha: ipê amarelo, ipê branco, sucupira, pata de vaca, tamarino e peroba. Basta vir a Floricultura Ikebana Flores – Av. Getúlio Vargas, 1697, Savassi; de 2ª feira a 6ª feira, no horário de 10h00 às 19h00.

*Crédito: Thaís Alessandra, do Coletivo Cirandar.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...