sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Projeto de lei proíbe cultivo e venda de transgênicos em São Paulo



Da assessoria do deputado Alberto "Turco Loco" Hiar

Projeto de lei apresentado pelo deputado Alberto "Turco Loco" Hiar (PSDB) proíbe, em todo o Estado, o cultivo, a manipulação, importação, industrialização e comercialização de transgênicos, destinados à produção agropecuária para alimentação humana e animal. A proposta também veda a comercialização de produtos que, em sua composição, contenham substâncias provenientes de organismos geneticamente modificados. O uso dos OGMs fica restrito à pesquisa científica.

"As alterações no desenvolvimento genético natural são uma incógnita em seus resultados. Enquanto isso, não podemos deixar os cidadãos e o meio ambiente expostos a possíveis conseqüências dos transgênicos à saúde e à vida", explica Hiar.

O texto prevê, ainda, a proibição do uso do Porto de Santos para a exportação e importação de transgênicos. "A produção de transgênicos prejudica as exportações brasileiras de produtos agropecuários, já que muitos importadores passam a desconfiar da origem dos produtos comercializados pelo país", acrescenta o deputado.

De acordo com o projeto, empresas ou organizações públicas ou privadas que realizem pesquisas, testes, experiências e outras atividades na área de biotecnologia e engenharia genética, envolvendo transgênicos, deverão notificar a Secretaria da Agricultura sobre essas atividades. As notificações deverão ser acompanhadas de estudo prévio de impacto ambiental.

turcoloco@al.sp.gov.br

Você sabe o que fazer com seu lixo eletrônico?

domingo, 22 de dezembro de 2013

sábado, 21 de dezembro de 2013

2014 - AN0 DO CAVALO DE MADEIRA - VAMOS VOLTAR PARA UM CICLO MAIS EQUILIBRADO MAS NECESSITANDO DE CORAGEM


A astrologia Chinesa é tão antiga quanto o Feng Shui. 
Os ciclos são de 60 anos e sempre é uma renovação.

No calendário Chinês, em 31 de janeiro de 2014 (ano de 4712) será o ano do cavalo de madeira, que retorna depois de 60 anos. 

É um tempo de colheita, de renovação e de mudanças. O cavalo de madeira traz um ano cheio de descobertas e criatividade. Para quem quer alcançar sucesso e transformar a própria realidade superando por exemplo questões de trabalho . Bom para quem quer abrir um negócio. 

O cavalo é um trabalhador incansável. Será um ano decisivo para quem está disposto a buscar o seu lugar e também para aqueles que procuram o bem maior.

O senso de cooperação e a amizade são características do cavalo de madeira. As comunicações serão favorecidas e profissões que lidam com o público estarão em evidencia. No campo pessoal, será bom momento para assumir compromissos no amor, sendo muito favorável aos casamentos.
As pessoas estarão mais românticas e carinhosas.

Como é tempo de mudanças, trocar de casa ou de pele, se reinventar, vai valer a pena. Fuja do convencional. A hora da guinada é agora, não desperdice sua vida.

O cavalo é regido pelo SUCESSO, o ano será muito movimentado e até turbulento por isso a necessidade de metas bem estabelecidas e foco em tudo. Devido ao seu caráter impulsivo, o cavalo pode provocar desgastes políticos.

De espírito volátil, será um ano extenuante mas também gratificante.

Simbolismo do Cavalo no calendário chinês
O cavalo é um símbolo universal presente no inconsciente coletivo da humanidade e é conhecido por ser um grande aliado do ser humano, um trabalhador incansável, símbolo da força que quando bem direcionada pode nos levar muito longe.

No calendário chinês o cavalo é regido pelo sucesso e este por sua vez invoca sentimentos impulsivos, renovação, transformação. Todos devemos aproveitar a força deste ano para colocarmos em atividades projetos que estão parados.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

GEOBIOLOGIA E A SANAÇÃO DOS AMBIENTES


A geobiologia é uma ciência que está surgindo desde 1970 no ocidente e tem suas bases nos estudos de Física Quântica, Radiestesia e Radiônica.

A geobiologia pesquisa e estuda as diferentes relações do meio ambiente e a saúde de todos os seres vivos, o fluxo de energia da Terra e através desses estudos é possível identificar as geopatologias, ou seja, as doenças da Terra. Esta ciência estuda também a contaminação elétrica e eletromagnética, os materiais tóxicos empregados no uso de construções e os efeitos das radiações bem como a radiotividade terrestre em nas residências ou locais de trabalho.

Não só a Terra e o Cosmos emitem energias que interagem com o ser humano, mantendo-o saudável ou doente, mas também aparelhos elétricos eletrônicos, objetos ao nosso redor, móveis, nossos relacionamentos com outras pessoas, os pensamentos e crenças, ruas, outras casas etc...

A interação desordenada ou mal direcionada dessas energias causa ondas nocivas de energias que podem provocar a estagnação do fluxo energético, sérias doenças e dificuldades no setor profissional. As ondas nocivas são fontes não perceptíveis pelos sentidos básicos do ser humano, no entanto a exposição às mesmas causa danos de alto nível biótico e psíquico. Existem vários tipos de ondas nocivas que podem atuar no meio ambiente, entre elas: cruzamentos de linhas Hartman, tensões geopáticas, energias telúricas, energia verde elétrica negativa, memórias de paredes e de desencarnados, energias de forma, formas pensamento negativas, objetos mal organizados no ambiente, cavidades fechadas sem fluxo de energia, aparelhos elétricos e eletrônicos, cores desarmônicas, entre outras coisas.

Os ambientes (locais) doentes são aqueles onde o fluxo energético está obstruído, estagnado ou poluído. Em qualquer um desses casos, as pessoas que frequentam tal ambiente/local acabam sendo contaminadas também. 

A seguir estão citados alguns efeitos nocivos que ambientes doentes e a exposição às tensões geopáticas citadas acima podem causar:

- depressão
- dores de cabeça 
- distúrbios de sono 
- brigas e discussões 
- obstrução do fluxo energético de abundância e prosperidade 
- não absorção de vitaminas e minerais pelo organismo 
- nervosismo 
- bloqueio criativo 
- estagnação e dificuldade profissional 
- stress 
- tensão 
- dificuldade de concentração 
- depósito de cálcio no sistema circulatório 
- retenção de líquidos. 

Através dos trabalhos de geobiologia é possível : 

- identificar lugares contaminados com energias negativas e curá-los 
- identificar e curar todas as tensões geopáticas citadas acima 
- direcionar fluxo energético para um propósito específico 
- instalação de Colunas Búdicas (Pilar de Luz que protege e limpa o ambiente) 

O trabalho de limpeza de ambientes e instalação de Colunas Búdicas da Geobiologia possibilita que todos os efeitos nocivos sejam curados e neutralizados. Possibilita também o fluxo perfeito da energia nos ambientes. Associado ao Feng Shui é um ótimo sistema de harmonização de ambientes, que refletem a saúde em todas as áreas da vida do ser humano.

O trabalho de geobiologia pode ser realizado em casas, empresas, lojas, escritórios etc... possibilitando uma harmonia completa no ambiente assim como um fluxo de prosperidade e abundância contínuos.
 
ILOSA – Terapia de Ambientes - Consultora de Feng Shui - Radiestesia, Radionica, Geobiologia -  (54)9188-0483 e 9625-2982

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Companhia aérea fez desejos de Natal dos passageiros se tornarem realidade

Antes de embarcarem para Calgary, no Canadá, os passageiros da WestJet foram convidados a compartilhar sua lista de desejos para o Natal com o Papai Noel.

Então, com a ajuda de 150 voluntários, a companhia aérea correu para comprar todos os presentes pedidos pelos seus clientes. Quando chegaram ao seu destino, na esteira de bagagem, os passageiros foram surpreendidos vendo seus desejos se transformarem em realidade. Nada mau, nao acha?

E pensar que teve gente que pediu meias e cuecas… ;-) Confira o vídeo da ação, saiu no Gawker.


terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Comemoração de 1 Ano do Chef na Feira com Adriana Vernacci e Bia Goll -

14 de dezembro  das 9h às 12h
             A Supervisão Geral de Abastecimento convida para mais uma edição de Chef na Feira, que acontecerá no próximo dia 14 de dezembro, das 9 às 12 horas, na Feira de Produtos Orgânicos no Modelódromo do Ibirapuera.
            A atividade, que acontece uma vez por mês, realizada em parceria com  Slow Food, Instituto Kairós e produtores da feira, terá início às 9h00, onde todos poderão acompanhar desde a escolha e compra dos produtos, na própria feira, até a preparação dos pratos.
Para a comemoração de um ano do programa e com o tema gastronomia natalina, teremos chefs em dose dupla. Foram convidadas as Chefs  Adriana Vernacci  (das 9h às 10h30) que tem atuado como “anja” de outros Chefs do programa Chef na Feira e  a Chef Bia Goll (das 10h30 às 12h00) que usa a gastronomia como ferramenta para conectar as pessoas com o planeta e com elas mesmas.  Ambas são integrantes do Slow Food-SP.
            No dia 14 de dezembro, Adriana irá preparar farofa fria natalina Slow Food, com castanhas  de baru. E Bia encerrará com rolinhos de abobrinha com manga e rúcula. Que serão oferecidos para degustação por meio de vales, gratuitos, distribuídos pelos feirantes para 200 clientes.
Serviço: A Feira de Produtos Orgânicos acontece todos os sábados, das 7h às 13h no   Centro Esportivo e de Lazer Modelódromo do Ibirapuera, Rua Curitiba nº 292, Vila Clementino (próximo ao Clube Circulo Militar). Estacionamento no local
Mais informações: facebook.com/feira.ibirapuera

domingo, 8 de dezembro de 2013

BENEFÍCIOS DAS LAMPADAS COM SAL DO HIMALAIA - FENG SHUI

Estudos científicos mostram que as lâmpadas de cristal de sal pode aumentar a contagem de íons negativo em até 300%.

Na Natureza, esses íons se originam por vento, sol, cachoeiras, tempestades ou chuvas.

No ar fresco que encontrar até 4000 íons negativos por centímetro cúbico é perto de uma cachoeira, por exemplo, pode ser contado para 10.000. No entanto, nas grandes cidades, o seu número não exceda 100 por centímetro cúbico.

Uma forma eficaz de conseguir aumentar o número de íons negativos vai para casa simplesmente pela instalação de uma lâmpada de sal também reduzir significativamente os poluentes do ar.

Os íons negativos podem proporcionar uma melhora significativa em casos de alergias, dores de cabeça e enxaquecas, reduzindo a severidade da asma, fortalecimento do sistema imunológico, aumentando a produtividade no trabalho, fortalecendo a concentração e até mesmo reduzir a susceptibilidade à gripe.

Os gases das lâmpadas de cristal de sal atuam em diferentes sistemas do nosso corpo.

Os íons negativos fortalecem as defesas, purifica o sangue e previne infecções.

Quando o corpo reage violentamente contra a pólen, poeira, certos alimentos ou poluentes no meio ambiente , as alergias ocorrem.

Os íons negativos podem aliviar e melhorar os sintomas de doenças tais como a asma e bronquite.

Da mesma forma reumatismo, dores articulares, estados de ansiedade e problemas digestivos são doenças cujos sintomas evoluem de forma mais favorável, se o ambiente em que vive o paciente é cobrado íons negativos.

ILOSA – Terapia de Ambientes - Consultora de Feng Shui - Radiestesia, Radionica, Geobiologia -  (54)9188-0483 e 9625-2982

sábado, 7 de dezembro de 2013

Encontro de almas! Encontro dos Cozzi

O sobrenome Cozzi tem origem no mar. Deriva da palavra "mexilhão", presumivelmente adaptada para descrever uma pessoa que coleta e vende os mexilhões.
Outra versão é que se origina da Calábria, onde mexilhão é usado no sentido de "cabeça", de"lider"

O que eu sei é que o mundo espiritual está em festa. Os Cozzi de lá com certeza reuniram os Cozzi de cá. E não foram só as primas que estiveram presentes nesse fim de semana do início de dezembro, os outros tios também se fizeram presentes. Fotos foram trocadas, histórias foram contadas e muito amor se espalhou pela família. O que ficou? Um enorme sabor de quero mais... uma enorme vontade de unir mais e mais os Cozzi e seus descendentes. 

Tania minha prima carioca, do clã do meu tio Oduvaldo Cozzi representou as irmãs (Leilane, Jane, Marcia e Vania) e de quebra trouxe mais uma prima para a família a Sylvia de Castro. Veja as fotos:

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Tratamentos naturais para as rugas


Fonte: Mulheres com Estilo
12 de outubro de 2013.


O processo de envelhecimento tem as suas consequências sobre o ser humano. Uma delas é a modificação do aspecto e da textura da pele. Qualquer pessoa que atinja a meia idade tem de aprender a lidar com este problema. É claro que o envelhecimento é um processo natural e deve ser encarado com tal, mas para quem não pensa assim há terapias que podem atenuar os efeitos da nossa idade, Confira estas dicas...

A natureza, fonte de vida, é nossa aliada no combate ao envelhecimento. Hoje venho sugerir massagem com óleos essenciais, também conhecida como aromaterapia. Estas massagens retiram as marcas do stress da sua face, suavizando as rugas provocadas pela ansiedade e pela irritabilidade, ao mesmo tempo que tratam a pele.

Os óleos essenciais mais eficazes para esta terapia são: gerânio, flor de laranjeira, alfazema, laranja, mirra, alperce e rosa.

A massagem de aromaterapia faz-se da seguinte forma. Primeiro faz-se um preparado com os óleos desejados. Pode usar apenas um óleo ou pode fazer uma mistura com 3 óleos essenciais para obter um efeito ainda mais relaxante. A mistura que vou indicar é excelente para peles secas e rugosas. Mistura 3 gotas de óleo de rosas, 2 gotas de óleo de flor de laranjeira e 6 colheres de chá de óleo de alperce.

Primeiro coloque dois dedos, indicador e médio, por baixo do lobo da orelha, pressionando um pouco e contando até 6, depois deslize os dedos para cima até chegar às têmporas.
Pressione as têmporas e conte até 6, depois alivie a pressão e faça pequenos circulos nesse local.

De seguida, coloque os dedos mindinhos sobre a cana do nariz e coloque os outros sobre as sobrancelhas e as têmporas. Presione suavemente e conte até 6. Faça deslizar os dedos desde as sobrancelhas até à linha do cabelo, pressionando a pele para cima. Termine com movimentos circulares.

Repita tudo cinco vezes e relaxe.

Para complementar a massagem relaxante prepare um creme natural à base de banana.

Desfaça ¼ de banana até ficar cremosa. Espalhe este creme por todo seu rosto e deixe atuar por cerca de 20 minutos. Retire com água morna e depois passe com água fria. Enxague com uma toalha suave. Deve continuar o tratamento por 3 semanas. Vai se surpreender com os resultados.

O dia em que parei de mandar minha filha andar logo. E os velhinhos também e porque não eu mesmo?


Lindo texto de Rachel Macy Stafford publicado pela Biblioteca Virtual de Antroposofia que reflete bem a nossa pressa diária deixando de aproveitar os bons momentos com nossos filhos, pais, avós e até mesmo com nós mesmos.





Quando se está vivendo uma vida distraída, dispersa, cada minuto precisa ser contabilizado. Você sente que precisa estar cumprindo alguma tarefa da lista, olhando para uma tela, ou correndo para o próximo compromisso. E não importa de quantas maneiras você divide o seu tempo e atenção, não importa quantas obrigações você cumpra em modo multi-tarefa, nunca há tempo suficiente em um dia.

Essa foi minha vida por dois anos frenéticos. Meus pensamentos e ações foram controlados por notificações eletrônicas, toques de celular e uma agenda lotada. Cada fibra do meu sargento interior queria cumprir com o tempo de cada atividade marcada na minha agenda super-lotada, mas eu nunca conseguia estar à altura.

Sempre que minha criança fazia com que desviasse da minha agenda principal, eu pensava comigo mesmo: “Nós não temos tempo pra isso.”

Veja bem, seis anos atrás, eu fui abençoada com uma criança tranquila, sem preocupações, do tipo que para para cheirar flores.

Quando eu precisava sair de casa, ela estava levando seu doce tempo pegando uma bolsa e uma coroa brilhante.

Quando eu precisava estar em algum lugar há cinco minutos, ela insistia em colocar o cinto de segurança em seu bichinho de pelúcia.

Quando eu precisava pegar um almoço rápido num fast-food, ela parava para conversar com uma senhora que parecia com sua avó.

Quando eu tinha 30 minutos para caminhar, ela queria que eu parasse o carrinho e acariciasse todos os cachorros em nosso percurso.

Quando eu tinha uma agenda cheia que começava às 6h da manhã, ela me pedia para quebrar os ovos e mexê-los gentilmente.

Minha criança sem preocupações foi um presente para minha personalidade apressada e tarefeira – mas eu não pude perceber isso. Ó não, quando se vive uma vida dispersa, você tem uma visão em forma de túnel – sempre olhando para o próximo compromisso na agenda. E qualquer coisa que não possa ser ticada na lista é uma perda de tempo.

Sempre que minha criança fazia com que desviasse da minha agenda principal, eu pensava comigo mesmo: “Nós não temos tempo pra isso.” Consequentemente, as duas palavras que eu mais falava para minha pequena amante da vida eram: “anda logo”.

Eu começava minhas frases com isso:

Anda logo, nós vamos nos atrasar.

Eu terminava frases com isso:

Nós vamos perder tudo se você não andar logo.

Eu terminava meu dia com isso.

Anda logo e e escove seus dentes. Anda logo e vai pra cama.

Ainda que as palavras “anda logo” fizessem pouco ou nada para aumentar a velocidade de minha filha, eu as dizia de qualquer maneira. Talvez até mais do que dizia “eu te amo”.

A verdade machuca, mas a verdade cura… e me aproxima da mãe que quero ser.

Até que em um dia fatídico, as coisas mudaram. Eu havia acabada de pegar minha filha mais velha de sua escola e estávamos saindo do carro. Não indo rápido o suficiente para o seu gosto, minha filha mais velha disse para sua irmã pequena, “você é lenta”. E quando, após isso, ela cruzou seus braços e soltou um suspiro exasperado, eu me vi – e foi uma visão de embrulhar as tripas.

Eu fazia o bullying que empurrava e pressionava e apressava uma pequena criança que simplesmente queria aproveitar a vida.

Meus olhos foram abertos; eu vi com clareza o dano que minha existência apressada estava causando às minhas duas filhas.

Com a voz trêmula, olhei para os olhos da minha filha mais nova e disse: “Me desculpe por ficar fazendo você se apressar, andar logo. Eu amo que você, tome seu tempo e eu quero ser mais como você”.

Ambas me olharam surpresas com a minha dolorosa confissão, mas a face da mais nova sustentava o inequívoco brilho da aceitação e do reconhecimento.

“Eu prometo ser mais paciente daqui em diante”, disse enquanto abraçava minha filha de cabelos encaracolados. Ela estava radiante diante da promessa recém-descoberta de sua mãe.

Foi bem fácil banir o “anda logo” do meu vocabulário. O que não foi tão fácil foi adquirir a paciência para esperar pela minha vagarosa criança. Para nos ajudar a lidar com isso, eu comecei a lhe dar um pouco mais de tempo para se preparar se nós tivéssemos que ir a algum lugar. Algumas vezes, ainda assim, ainda nos atrasávamos. Foram tempos em que eu tive que reafirmar que eu estaria atrasada, nem que se fosse por alguns anos, se tanto, enquanto ela ainda é jovem.

Quando minha filha e eu saíamos para caminhar ou íamos até a loja, eu deixava que ela definisse o ritmo. Toda vez que ela parava para admirar algo, eu afastava os pensamentos de coisas do trabalho e simplesmente a observava as expressões de sua face que nunca havia visto antes. Estudava com o olhar as sardas em sua mão e o jeito que seus olhos se ondulavam e enrugavam quando ela sorria. Eu percebi que as pessoas respondiam quando ela parava para conversar. Eu reparei como ela encontrava insetos interessantes e flores bonitas. Ela é uma observadora, e eu rapidamente aprendi que os observadores do mundo são presentes raros e belos. Foi quando, finalmente, me dei conta de que ela era um presente para minha alma frenética.

Minha promessa de ir mais devagar foi feita há quase três anos e ao mesmo tempo eu comecei minha jornada de abrir mão das distrações diárias e agarrar o que importa na vida. E viver num ritmo mais devagar demanda um esforço concentrado. Minha filha mais nova é meu lembrete vivo do porquê eu preciso continuar tentando. E de fato, outro dia, ela me lembrou de novo.

Nós duas estávamos fazendo um passeio de bicicleta, indo para uma barraquinha de sorvetes enquanto ela estava de férias. Após comprar uma gostosura gelada para minha filha, ela sentou em uma mesa de piquenique e observou deliciada a torre gélida que tinha em suas mãos.

De repente, um olhar de preocupação atravessou seu rosto. “Devo me apressar, mamãe?”

Eu poderia ter chorado. Talvez as cicatrizes de uma vida apressada nunca despareçam completamente, pensei, tristemente.

Enquanto minha filha olhava para mim esperando para saber se ela poderia fazer as coisas em seu ritmo, eu sabia que eu tinha uma escolha. Poderia continuar sentada ali melancolicamente lembrando o número de vezes que eu apressei minha filha através da vida… ou eu poderia celebrar o fato de que hoje estou tentando fazer as coisas de outra forma.

Eu escolhi viver o hoje.

“Você não precisa se apressar. Tome seu tempo”, eu disse gentilmente. Toda sua cara instantaneamente abrilhantou-se e seus ombros relaxaram.

E então ficamos sentadas, lado a lado, falando sobre coisas que crianças de 6 anos que tocam ukelele gostam de falar. Houve momentos em que ficamos em silêncio, sorrindo uma para a outra e admirando os sons e imagens ao nosso redor.

Eu imaginei que ela fosse comer todo o sorvete – mas quando ela chegou na última mordida, ela levantou uma colheirada repleta de cristais de gelo e suco para mim. “Eu guardei a última mordida pra você, mamãe”, disse orgulhosa.

Enquanto aquela delícia gelada matava minha sede, eu percebi que consegui um negócio da China. Eu dei tempo para minha filha e em troca ela me deu sua última mordida de sorvete e me lembrou que as coisas tem um gosto mais doce e o amor vem mais dócil quando você para de correr apressada pela vida.

Seja comendo sorvete, pegando flores, apertando o cinto de bichinhos de pelúcia, quebrando ovos, encontrando conchinhas, observando joaninhas ou andando na calçada.

Nunca mais direi: “Não temos tempo pra isso”, pois é basicamente dizer que não se tem tempo para viver.

Tomar seu tempo, pausar para deleitar-se com as alegrias simples da vida é o único jeito de viver de verdade – acredite em mim, eu aprendi da especialista mundial na arte de viver feliz.

Creme de coco caseiro para alisar os cabelos

Uma coisa que sempre me incomodou é a quantidade de produtos químicos utilizada para alisar os cabelos. Eu realmente não sei se essa fórmula dá certo pois meus cabelos são lisos, mas adoraria que quem experimentasse me desse retorno para divulgarmos a todos, ok?


Cabelos secos - Foto: Getty Images


Para fazer esse creme de alisamento caseiro, você vai precisar de alguns ingredientes naturais e fáceis de conseguir:

Ingredientes:
Metade de um coco fresco
1 colher de sopa de aveia moída
1 colher de sopa de amido
½ xícara de leite

Coloque todos os ingredientes em um processador de alimentos, exceto o amido, e depois passe por uma peneira. Dilua o amido em um pouco de água fervida e adicione o amido dissolvido na mistura. Continue mexendo até ficar cremoso.Aplique o creme em todo o cabelo e cubra com plástico ou papel alumínio. Deixe repousar por 25 minutos e lave o cabelo normalmente.

Outros métodos caseiros:
Existem outras opções que irão ajudar a diminuir o frizz do cabelo e deixá-lo mais suave.

Por exemplo, você pode misturar o leite de coco com suco de limão. Deixe-os na geladeira por algumas horas. Aplique no cabelo por 45 minutos a uma hora e depois lave com shampoo. Isso vai diminuir as ondas do cabelo e também a caspa.

Você também pode fazer um tratamento com óleo de coco morno, você deve aplicar no couro cabeludo e massagear. Enrole uma toalha quente e deixe por um tempo, lave normalmente.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...